PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

2

Monção

Eis o novo maestro da Banda Musical de Monção

2 Fevereiro, 2024 - 22:58

4325

0

Instrumentista e compositor na Banda de Música da Guarda Nacional Republicana.

Nuno Osório é o novo maestro da Banda Musical de Monção.

 

Sucede a José Vicente Simeó, que deixou o cargo no passado domingo.

 

Sabe a Rádio Vale do Minho que vai ser apresentado este sábado, dia 3 de fevereiro, no museu Monção&Memórias. A sessão está marcada para as 18h00.

 

Tem 49 anos de idade. É natural de Lamego. Foi nesta cidade que iniciou os estudos musicais, na filarmónica local.

 

 

 

[Fotografia: Cedida à Rádio Vale do Minho]

 

 

Estudou piano na Academia de Musica de Lamego e percussão no Conservatório D. Dinis, em Odivelas.

 

É licenciado em Composição na Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo do Porto (Esmae), e Mestre em Direção de Orquestra de Sopros na Universidade de Aveiro (UA).

 

Frequenta ainda o Doutoramento em Composição na Universidade de Aveiro,

 

O seu trabalho enquanto compositor, assenta essencialmente em música Electrónica/Electro-Acústica, Câmara, Filmes, Orquestra Sinfónica e Orquestra de Sopros, Câmara, Filmes.

 

As suas composições encontram-se editadas na Editora Holandesa “Molenaar Edition”, reconhecida mundialmente.

 

Atualmente exerce funções de instrumentista e compositor na Banda de Música da Guarda Nacional Republicana, com o posto de Sargento ajudante.

 

 

 

[Fotografia: Cedida à Rádio Vale do Minho]

 

 

 

Banda Musical de Monção tem novo Presidente

Ricardo Pereira é o novo Presidente da BMM. Esta sexta-feira tomaram posse os novos orgãos sociais da banda, para o mandato 2024/2026.

 

“É uma honra e ao mesmo tempo uma grande responsabilidade aquela que acabamos de assumir, contudo a equipa que lidero, juntamente com o Maestro Nuno Osório, dão-me todas as garantias de que iremos concerteza escrever mais um bonito capítulo na história desta grande instituição, da qual faço parte ja lá vão 35 anos”, disse Ricardo Pereira à Rádio Vale do Minho.

 

“Temos objetivos muito claros para estes próximos 2 anos, que passam por continuar a estruturação financeira, administrativa e artistica da banda e da academia de música, para encarar o futuro ainda com maior confiança”, prosseguiu.

 

“Contamos com o apoio de todos os músicos, sócios e simpatizantes nesta nossa caminhada, e neste novo capítulo da história da nossa querida banda”, acrescentou ainda o novo Presidente.

 

A filarmónica monçanense é constituída por cerca de 80 elementos de várias gerações.

 

O registo mais antigo conhecido da Banda Musical de Monção está inscrito numa ata da Santa Casa da Misericórdia de Monção, datado de 25 de fevereiro de 1792. Nessa época, era conhecida como Banda de Muzica da Vila, presumindo-se, contudo, que a sua existência seja ainda anterior.

 

 

[Fotografia capa: Cedida à Rádio Vale do Minho]

Últimas