PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

0

0

Destaques
Vale do Minho

Economia: Desemprego a cair no Vale do Minho – Maiores descidas em Caminha e Cerveira

22 Junho, 2021 - 21:29

68

0

PUB A diferença do número de inscritos nos Centros de Emprego nos seis concelhos do Vale do Minho no espaço de um ano já é notória. Em maio de 2020, […]

PUB

A diferença do número de inscritos nos Centros de Emprego nos seis concelhos do Vale do Minho no espaço de um ano já é notória.

Em maio de 2020, estes municípios somavam um total de 2.558 inscritos. Um ano depois, esse número caiu para 1.929. São menos 629, de acordo com os dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional.

Em relação ao mês anterior também se verificaram significativas melhorias nesta região do distrito de Viana do Castelo. Segundo o IEFP, o número de inscritos desceu em cinco dos seis concelhos. Aumentou apenas em Monção, mas de forma ligeira: em abril este concelho registou 392 inscritos. No mês passado, esse número passou a 398.

Caminha teve uma das descidas mais significativas no espaço de um mês. Em abril este concelho apresentava 431 inscritos nos centros de emprego. No mês passado, esse número caiu para 395.

Melgaço também em descida notável. Em abril registou 124 inscritos. No mês passado, esse número passou a 112.  Boas notícias chegam de Valença que, em abril, apresentou 538 desempregados. Um mês depois, a cifra caiu para 528.

Razões para sorrir não faltam em Vila Nova de Cerveira. Em abril, este concelho apresentava 246 inscritos. Um mês depois, o número caiu para 228. Paredes de Coura também desceu, mas de forma ligeira. De 269 inscritos em abril, passou para 268 em maio.

 

[Fotografia: Ilustrativa / AFIA]

 

PUB

 

Últimas