PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Vila Nova de Cerveira

Cerveira: Já há DATA para inauguração do espetacular auditório (está quase!)

9 Abril, 2024 - 17:13

248

0

Tem capacidade para 403 lugares (oito destinados a pessoas com deficiência motora), apresenta condições acústicas e de conforto de elevada exigência.

O novo Palco das Artes (assim está batizado) de Vila Nova de Cerveira vai ser inaugurado no próximo dia 24 de abril. 

 

Em nota divulgada, o Município informa que o espaço começa a acolher os primeiros espetáculos já este mês, representando para todo o município e região “um momento refundacional da vivência Democrática”.

 

A inauguração acontece, a 24 de abril, com a atuação da Orquestra do Alto Minho, e a 25 de abril, recebe a fadista Sara Correia com um concerto dedicado à ‘Liberdade’.

 

Os dois espetáculos de estreia permitem ilustrar que, pela sua capacidade, versatilidade e inovação, este palco serve não apenas o Alto Minho, mas também eventos de dimensão nacional.

 

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira manifesta-se satisfeito pelo “cumprimento de promessa eleitoral” e por “promover uma nova era na programação cultural do concelho, do Alto Minho e da Galiza-Norte de Portugal”.

 

Rui Teixeira afirma que, “para a Democracia e a prevenção de populismos de diversas geometrias, é imperioso que exista uma correspondência entre as promessas eleitorais e a prática subsequente, e por essa razão este ato inaugural é, acima de tudo, uma festa da Democracia”.

 

A cerimónia de inauguração, marcada para as 18h30, integra as comemorações dos 50 Anos do 25 de Abril, – ‘Cerveira Celebra Abril’ –, data que, segundo o Presidente da Câmara Municipal, “foi propositadamente escolhida por forma a vincar a imprescindibilidade do poder local Democrático na construção de uma sociedade livre, justa e plural.

 

Vila Nova de Cerveira revolucionou a descentralização cultural em 1978, imediatamente após a Revolução dos Cravos, com a organização da I Bienal de Arte.

 

“Agora com a edificação do Palco das Artes assume a ousadia e singularidade de uma decisão que concretiza uma promessa aos Cerveirenses. Cerveira assume-se como um espaço de liberdade de expressão, onde a arte, nas suas mais diferentes vertentes, se continuará a afirmar”.

 

Rui Teixeira enaltece “uma aposta clara na melhoria das condições da oferta cultural e cívica para Vila Nova de Cerveira, preenchendo-se uma lacuna há muito sentida”.

 

“Com este auditório é possível implementar uma estratégia consistente de captação de turismo e de programação cultural para todo o ano, e não só durante a época de verão, contribuindo para uma maior atratividade”, assegura.

 

“Vila Nova de Cerveira é reconhecida pela ‘arte e beleza natural’, e o Palco das Artes foi idealizado para conjugar esses dois elementos diferenciadores, ou seja, usufruir de um espaço de acolhimento de várias artes performativas, com uma paisagem singular e o Rio Minho como testemunha permanente”, assegura o autarca.

O novo auditório polivalente, tecnológico, digital e inovador tem capacidade para 403 lugares (oito destinados a pessoas com deficiência motora), apresenta condições acústicas e de conforto de elevada exigência e posiciona-se na vanguarda da promoção de atividades multiculturais como música, teatro, dança, cinema, bem como conferências, palestras e reuniões profissionais de âmbito nacional e internacional.

Localizado na praça superior do Mercado Municipal, confrontando com o edifício do Palácio da Justiça e a Praça da Galiza, o Palco das Artes de Vila Nova de Cerveira resulta de um investimento global de 3,9 milhões, cofinanciado em 2.452.586,88 euros pelo Programa Operacional Regional do Norte 2020 através do fundo FEDER.

 

 

[Fotografia: Arquivo/DR]

Últimas