Menu

0

0

Autárquicas
Destaques
Vila Nova de Cerveira

Cerveira/Autárquicas: Nogueira promete “governação sólida” com equipa “coesa e competente”

4 Setembro, 2021 - 09:51

15

0

PUB “Hoje temos um concelho economicamente mais competitivo, turisticamente mais atrativo, ambientalmente mais amigável e, sobretudo, um concelho socialmente mais próximo das pessoas e das suas necessidades”. Foi desta forma que […]

PUB

“Hoje temos um concelho economicamente mais competitivo, turisticamente mais atrativo, ambientalmente mais amigável e, sobretudo, um concelho socialmente mais próximo das pessoas e das suas necessidades”. Foi desta forma que Fernando Nogueira, candidato pelo movimento Pensar Cerveira (PenCe), se apresentou aos simpatizantes para a recandidatura a um terceiro e último mandato à frente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira.

Pragmático, Nogueira justificou a recandidatura com várias razões. “Porque sempre estive comprometido com Cerveira e os Cerveirenses. Porque, quem me conhece, sabe que gosto de trabalhar, e gosto do que faço. É uma honra servir com excelência a causa pública, que é a causa de todas e de todos nós”, disse.

“Porque quero encerrar um ciclo autárquico que ajudei a iniciar na década de 90, e ao qual dei continuidade com o meu cunho mais pessoal, e com a dedicação de toda uma equipa, a partir de 2013, em prol do progresso e desenvolvimento de Cerveira e pelos Cerveirenses. Porque tenho uma equipa dedicada e de confiança, que me tem acompanhado ao longo destes oito anos”, prosseguiu.

Em jeito de restrospetiva, a partir de 2013, o candidato independente considera que “nestes últimos oito anos, fizemos muita obra e alavancamos a marca de Cerveira a nível nacional e internacional”.

“E quando se fala de obras, não nos limitamos ao betão. Há investimentos invisíveis, mas muito importantes que fazem toda a diferença na melhoria da qualidade de vida e para o futuro dos cerveirenses”, afirmou.

Virando-se para o presente, destacou a fibra ótica com cobertura em 98% do território municipal; gás natural instalado no concelho; o emprego criado pelo tecido empresarial que “mais do que duplicou, entre 2013 e 2021; “e estamos perto de atingir 85% das habitações com acesso a saneamento básico”, recordou.

 

 

Mesmo com a COVID-19 “temos obra feita”

 

 

Nogueira lamentou os entraves provocados pela pandemia. Mas, disse, nem mesmo a COVID-19 foi capaz de travar o progresso de Vila Nova de Cerveira.

“É verdade que este mandato de quatro anos ficou reduzido a dois anos e meio. A pandemia impediu-nos de concretizar e desenvolver muitos dos objetivos que tínhamos previsto e que queríamos realizar”, lamentou.

“Mas mesmo assim, mesmo perante esta dificuldade imprevisível, temos: obra feita, contas equilibradas, com a redução de 50% da dívida municipal nestes últimos oito anos. projetos reconhecidos por todos, inclusivamente pelos nossos governantes”.

 

 

“Cerveira precisa de uma governação sólida”

 

 

Para os próximos quatro anos, o candidato do PenCe iniciou desde logo por sublinhar que o concelho “precisa de uma governação sólida, através de uma equipa coesa e competente, para encarar os desafios que se avizinham e para os quais a experiência é fundamental”.

O PenCe quer mais habitação. “Este é um problema que está devidamente identificado por este executivo, que faz dele
uma prioridade”, apontou o candidato. Mas há também aposta na captação de investimento empresarial, até porque “o
concelho de Cerveira tem de continuar a estar na linha da frente na valorização profissional e na promoção de inovação e desenvolvimento, como fatores chave para reforçar a internacionalização”.

“Hoje, somos o 16º concelho da Região Norte mais exportador num universo de 86 município e o 2º no Alto Minho”, recordou Nogueira. “São cerca de 700 milhões de euros anuais de volume de exportações”.

Nas vias de comunicação, o Pence promete batalhar pela construção da A28 entre France e a saída norte do concelho, com ligação ao nó de Sapardos já prevista no Plano Nacional de investimentos (PNI).

Nogueira quer mais atratividade turística. “A dinâmica e a cooperação transfronteiriça existente entre Cerveira e Tomiño tem sido uma mais valia, muito reconhecida por várias entidades regionais, e sobretudo pelos Governos de Portugal e de Espanha”, recordou o candidato apontando a criação de um Parque Transfronteiriço, “de caraterísticas únicas na Península Ibérica, e até a nível europeu”.

Há também uma aposta forte na formação profissional e em mais solidariedade. “A atividade política só faz sentido como projeto coletivo ao serviço do bem comum, por isso continuamos a definir como denominador comum de todas as nossas ações, o bem-estar das pessoas”, considera o candidato que virou depois para as freguesias.

“As Juntas de Freguesia são a âncora da democracia, da proximidade, e da cidadania de primeira intervenção. Temos de continuar a apostar no apoio às nossas freguesias, disponibilizando meios para que possam cumprir estes desígnios”, defende.

A fechar, Fernando Nogueira deixou uma garantia. “O compromisso de continuar com o mesmo empenho, a mesma dedicação, a mesma disponibilidade de sempre”.

De recordar que o PenCe, liderado por Fernando Nogueira, conquistou, em 2013, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, com 45,12% dos votos e três mandatos, contra 40,59% e dois mandatos do PS.

Já em 2017, os cerveirenses reforçaram essa confiança, consubstanciada num segundo mandato, arrecadando 58,23% dos votos contra 35,50%, mantendo-se a distribuição de mandatos (3-2).

As próximas eleições autárquicas estão marcadas para dia 26 de setembro.

 

 

[Fotografia: PenCe / DR]

 

 

PUB

Tópicos:

#Autárquicas 2021

Últimas