PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Vila Nova de Cerveira

Cerveira: Ainda não conhece a Bienal? Vem aí um dia ‘à borla’

13 Julho, 2023 - 16:17

1187

0

Arte.

Após o sucesso da primeira edição, a Fundação Bienal de Arte de Cerveira (FBAC) volta a promover, no próximo sábado de manhã, um “Dia Aberto no Museu Bienal de Cerveira”.

 

Para além da entrada gratuita e das visitas orientadas, será inaugurada uma exposição e apresentada uma curta-metragem da APPACDM de Viana do Castelo.

 

“A primeira edição do Dia Aberto foi um êxito, pelo que queremos dar continuidade a este programa de desenvolvimento de públicos. No próximo sábado temos a particularidade de acolher dois projetos da APPACDM de Viana do Castelo, cumprindo com a nossa ambição de tornar o Museu Bienal de Cerveira um palco de experiências inclusivas, acessíveis e participadas”, afirma o Presidente da FBAC, Rui Teixeira.

 

O programa arrancará pelas 10h00 com abertura da exposição “Pontos de Fuga”, promovida pela APPACDM de Viana do Castelo. Patente até 30 de setembro, a mostra resulta de um conjunto de residências artísticas do “Projeto Arco” levadas a cabo, entre outubro de 2022 e março de 2023, no âmbito da candidatura “Inclusão ativa para grupos vulneráveis Cultura para todos”, em parceria com a CIM Alto-Minho e cofinanciada pelo PO Norte 2020 (Fundo Social Europeu).

 

A iniciativa decorreu em todas as estruturas da APPACDM de Viana do Castelo e envolveu cerca de 160 participantes dos 6 concelhos do distrito onde se encontram sediadas as delegações (Ponte da Barca, Ponte de Lima, Melgaço, Viana do Castelo, Monção e Valença).

 

Pelas 10h30 será apresentada também pela APPACDM a curta-metragem “Entre Arestas”, com realização de João Gigante e colaboração de Andreia Alpuim (conceito e movimento) e de Vítor Lima (formação e composição da sonoplastia). O projeto decorreu na Delegação de Ponte de Lima a partir do livro “Não Lugares” de Marc Augé.

 

Pelas 11h00 e 12h00 serão realizadas, pelas curadoras Helena Mendes Pereira e Mafalda Santos, visitas orientadas ao Fórum Cultural de Cerveira e à Galeria Bienal de Cerveira respetivamente.

 

As sessões contarão com a presença de João Tabarra (Lisboa, 1966), artista visual que usa a fotografia, o filme e a instalação como tipologias na sua prática artística e de investigação.

 

João Tabarra estudou fotografia no Ar.Co (1986-1989), tendo-se distinguido na fotorreportagem no jornal “O Independente”. Expõe com regularidade desde o início da década de 1990, sendo um dos protagonistas da renovação do fotojornalismo em Portugal.

 

De referir que a participação no programa é gratuita, bem como o acesso aos espaços expositivos.

 

A FBAC integra a Rede Portuguesa de Arte Contemporânea e é uma estrutura financiada pela República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes.

 

[Fotografia: FBAC]

Tópicos:

#Arte

Últimas