PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Valença

Carpinteira ‘arregaça mangas’ e avança com a reconstrução da muralha (mas vai pedir ajuda)

1 Janeiro, 2023 - 18:20

5939

2

Pano do amuralhado ruiu com o temporal.

A certeza está dada. Valença vai reconstruir a parte da muralha que desabou este domingo devido ao temporal que se abateu sobre o distrito de Viana do Castelo. 

 

Recorde-se que a intempérie provocou a queda do pano da muralha secular. Um incidente cujas imagens deixaram em choque não só valencianos como também milhares pelo País e até por toda a Galiza.

 

O Presidente da Câmara já assegurou que o Município vai avançar com a reconstrução. No entanto, referiu o autarca, o Município vai precisar de apoios. Esta segunda-feira vai ser lançado já um pedido de ajuda à Direção-Geral de Cultura do Norte.

 

A Fortaleza de Valença, que começou a ser construída no século 12, é formada pelos polígonos da Magistral (mais antiga) e da Coroada, separados por um fosso, com falsas-bragas. Possui dez baluartes e dois meios baluartes, cinco revelins, cinco reparos, seis redentes, dois contraguardas, dois cobre-faces, um tenalha, 34 guaritas, 214 canhoneiras, seis fortes, três poternas, dois paióis e 10 casamatas.

 

Este incidente acontece numa altura em que que Valença integra a candidatura das Fortalezas Abaluartadas da Raia a Património Mundial da UNESCO.

 

A Fortaleza de Valença está classificada como Monumento Nacional desde 1928.

 

 

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

Últimas