PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Caminha

Caminha está a requalificar envolvente à parede de Escalada de Penice

28 Janeiro, 2022 - 10:30

513

0

Investimento na ordem dos 60 mil euros.

A área envolvente à Parede de Escalada de Penice, em Arga de Baixo, em Caminha, está a ser intervencionada pelo Município, através de um investimento da ordem dos 60 mil euros.

 

O objectivo, explica a autarquia, é a “valorização de toda a zona, com limpezas, requalificação de infraestruturas, promoção do turismo e do desporto e criação de melhores condições a um lazer amigo da natureza”.

 

O projeto prevê a valorização da área envolvente à Parede de Escalada de Penice, incluindo a requalificação de infraestruturas de apoio à actividade, ou seja, reposição e limpeza de acessos pedonais, melhorando as acessibilidades pedonais para os praticantes e para situações de emergência, nomeadamente à zona da base da parede, beneficiação da zona de estacionamento, criação de zona de lazer/merendas, colocação de sinalética informativa e interpretativa, bem como produção de materiais promocionais.

 

Estão também previstas iniciativas de promoção da prática deste desporto, através de realização de eventos e iniciativas que potenciem a prática da escalada em espaço natural, através do uso sustentável do património natural, usufruindo dos recursos endógenos locais.

 

“Pretende-se criar condições materiais, de segurança, de informação e de comunicação que ofereçam aos turistas que praticam a escalada os melhores cenários possíveis, tornando as experiências inesquecíveis, de elevado valor sensorial e potenciando os recursos endógenos das povoações locais”, refere o Município.

 

Incluem-se ainda no presente projeto a produção de conteúdos interpretativos sobre o património natural, nomeadamente na área da geologia, da fauna, flora e paisagem da área de intervenção em concreto, que serão disponibilizados quer no local quer em formato digital, e que contribuirão para a valorização dos itinerários e para o acréscimo de valor nas experiências de turismo de natureza, num território de características únicas, de elevado valor patrimonial, como é o caso da Serra d’Arga.

 

A intervenção decorrre no âmbito do projeto Escalada na Serra D’Arga, financiado pelo NORTE 2020/PROVERE, no âmbito das Ações de Qualificação dos Produtos Turísticos Estratégicos do Minho – Touring Cultural / Requalificação das Experiências de Turismo de Natureza no Minho, que prevê um investimento de 60.130,84 euros.

 

 

[Fotografia: Município Caminha]

Últimas