Home País Bruxelas admite que sistema de cobrança pode violar direitos de igualdade