PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Mundo

Bélgica: Portuguesa julgada por estar envolvida em rede de casamentos falsos

12 Janeiro, 2024 - 01:01

284

0

Para facilitar legalização na União Europeia.

Uma portuguesa está entre os 22 arguidos de um processo que corre termos em Bruges, Bélgica, e que julga uma rede de casamentos falsos.

 

Segundo o Correio da Manhã, a investigação do Ministério Público belga surgiu em 2015, quando foram detetados vários casais de migrantes industânicos (paquistaneses, indianos ou do Bangladesh) e noivas portuguesas.

 

Três primos paquistaneses cobravam a compatriotas por matrimónios com europeias, entre as quais portuguesas, para que os legalizassem na União Europeia.

 

 

Como funcionam estas redes?

Conforme explicou a Sábado, depois dos casamentos, os casais viajavam para a Bélgica, onde as mulheres se empregavam em empresas alegadamente de fachada, cujas ações compravam para permitir aos maridos a permanência na União Europeia, a obtenção de vistos de residência e de prestações sociais.

 

As mulheres dos casais transferiam entre si a propriedade das ações para possibilitar outros recrutamentos.

 

De um modo geral, as mulheres regressavam a Portugal e só voltavam à Bélgica ocasionalmente, para controlos policiais e das autoridades de imigração belgas.

[Fotografia: Ilustrativa/DR]

Últimas