PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Melgaço

Batista: “Decisão de não aderirmos à AdAM foi escolha pensada para os melgacenses”

14 Janeiro, 2022 - 17:50

881

0

Estudo da DECO coloca Melgaço entre os três municípios do Alto Minho com a água mais barata.

“A decisão que tomamos em abril de 2018, de não aderirmos à empresa Águas do Alto Minho (AdAM), foi uma escolha pensada para os melgacenses”. A frase é do presidente da Câmara de Melgaço, Manoel Batista, que reagiu a um estudo da DECO (Defesa do Consumidor) o qual coloca aquele concelho entre aqueles que têm a água mais barata no distrito de Viana do Castelo.

 

Os dados, baseados num consumo de 120 m3 anuais, foram divulgados pela própria DECO.

 

 

 

Veja os gráficos dos três concelhos do Alto Minho onde a água custa menos [Fonte: DECO]

 

 

 

“Conseguimos garantir qualidade no serviço prestado aos munícipes de forma sustentável e com tarifas comprazíeis”, referiu Manoel Batista.

 

Em comunicado, o Município recorda que, “desde 2004 que tem sido feito um grande esforço por parte do Município para que, atualmente, a cobertura da rede seja de 100% a nível populacional e para que os melgacenses tenham um serviço de abastecimento de água de excelência, quer ao nível de quantidade quer de qualidade”.

 

“Naquela altura, uma grande parte da população tinha sistemas de abastecimento de água precários, particulares e sem controlo, o que acarretava grande riscos para a saúde pública e exigia um esforço acrescido para garantir que as ampliações e requalificações da rede eram feitas de forma sustentada, uma vez que se trata de uma população maioritariamente rural, com moradias muito dispersas, onde por vezes foi necessário ampliar a rede em 1 km, para abastecer uma casa”, recorda a edilidade presidida por Manoel Batista.

 

“O investimento, superior a 3 milhões de euros, cofinanciado pelo Plano Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), do Portugal 2020, permite agora um serviço de água mais eficiente, garantindo uma melhor gestão e contribuindo para uma maior sustentabilidade deste recurso natural essencial, mas cada vez mais escasso”, prossegue a autarquia.

 

Melgaço gere 26 zonas de abastecimento de água para consumo humano, provenientes de 55 origens próprias, abrangendo 6.556 consumidores. Como entidade gestora dos sistemas de abastecimento de água tem ainda sob a sua gestão uma zona de abastecimento em que a água é comprada à empresa Águas do Norte, SA e que abrange 1.442 habitantes.

 

Neste contexto importa ainda referir que os sistemas de água sob gestão do Município de Melgaço são constituídos por 401 Km de rede de abastecimento, 6.629 ramais domiciliários e 22 reservatórios com a capacidade máxima de 3.645 m3.

 

 

[Fotografia: Município Melgaço/DR]

Últimas