PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

0

0

Autárquicas
Destaques
Valença

Autárquicas/Valença: “Basta de lamentos! Chegou a hora de levantar a cabeça”

31 Julho, 2021 - 14:46

83

0

PUB “Na última década, Valença não só estagnou como regrediu. Destacando-se negativamente na cauda do desenvolvimento do nosso distrito. Basta de lamentos! Chegou a hora de levantar a cabeça e […]

PUB

“Na última década, Valença não só estagnou como regrediu. Destacando-se negativamente na cauda do desenvolvimento do nosso distrito. Basta de lamentos! Chegou a hora de levantar a cabeça e de construirmos juntos um projeto de desenvolvimento estratégico para o nosso concelho”. As palavras foram proferidas esta sexta-feira ao final da tarde, por José Manuel Carpinteira, candidato do PS à Câmara de Valença nas próximas eleições autárquicas, perante várias dezenas de militantes e simpatizantes que marcaram presença na apresentação oficial da candidatura socialista.

 

 

Miguel Alves: “Não embarquem em cantos de sereia

 

 

Mas já lá vamos. O primeiro a tomar a palavra foi o Presidente da Federação do PS Alto Minho, Miguel Alves. Ao seu estilo, num discurso emotivo e carregado de motivação, o dirigente socialista não poupou elogios ao candidato, que já foi presidente da Câmara na Vila das Artes. “Como munícipe de Caminha, aprendi a admirar o trabalho que José Manuel Carpinteira fez em Vila Nova de Cerveira. Já era um autarca modelo ainda eu nem sonhava ser autarca”, disse Miguel Alves.

“Não é à toa que se diz que José Manuel Carpinteira é um autarca modelo no país e também dentro do PS. Aprendi com ele que nunca se desiste e nunca se diz não a um desafio”, prosseguiu Miguel Alves.

Vieram as provocações aos adversários. “Não embarquem em cantos de sereia! Há um candidato da continuidade que já provou o trabalho que consegue fazer… e há outro que também vem na continuidade mas quer agora poder ser ele a fazer”, apontou Miguel Alves.

“A música é exatamente a mesma! Um toca mais forte… o outro toca mais fino… mas a música é a mesma. Não podemos ir em cantos de sereia, atrás daqueles que são os mesmos embora com penteados diferentes”. Estrondoso aplauso em toda a avenida da Estação.

 

 

José António Cerqueira: “Só este homem para fazer-me mudar de ideias”

 

 

Tomou depois a palavra o candidato à Assembleia Municipal pelo PS, José António Cerqueira. “Confesso-vos que não tinha a intenção de envolver-me na política. Embora tenha recebido convites de outras candidaturas, foi o convite do Engº Carpinteira que me fez pensar… e só de facto este homem para fazer-me mudar de ideias”, contou. Mais um longo aplauso.

“Valença, nos últimos anos e devido a uma política muito pobre, tem vindo a perder para os concelhos vizinhos. Valença vale muito mais do que aquilo que temos agora! Valença merece muito mais! Tenho a forte convicção de que é este projeto do PS que tem o motor que permite o arranque para o desenvolvimento e para a afirmação que a nossa terra merece”, concluiu o candidato brindado com mais um mar de aplausos.

 

 

Tiago Brandão Rodrigues: “Valença tem agora uma oportunidade!”

 

 

Seguiram-se mais dois convidados. Desta vez vindos diretamente do Largo do Rato: o Secretário-Geral Adjunto do PS, Luís Carneiro, e o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

Luís Carneiro enalteceu desde logo “a personalidade individual e a personalidade política” de José Manuel Carpinteira. “A ele quero transmitir o abraço do Secretário-Geral do PS e Primeiro-Ministro, António Costa, que não podendo estar aqui connosco transmite confiança na tua vitória”, referiu de olhos postos no candidato socialista.

Bem mais emotivo foi o discurso de Tiago Brandão Rodrigues. O Ministro courense recuou até aos tempos da juventude e, em tom nostálgico, lembrou tempos bem passados em Valença. Realçou o contributo dado pelo candidato socialista a Vila Nova de Cerveira, sobretudo no campo das artes.

“Foi com autarcas como José Manuel Carpinteira que eu aprendi a importância do poder local democrático. Valença tem agora uma oportunidade! E tem uma oportunidade porque o Carpinteira disse presente. A sua equipa disse presente”, avaliou o governante.

 

 

Carpinteira: “Resolver o problema criado pela maioria PSD”

 

 

Chegou então a vez do homem. Do candidato. O nome ecoou pelas colunas de som e toda a avenida se levantou num aplauso efusivo. José Manuel Carpinteira, de sorriso no rosto, subiu ao palco onde já o esperava a equipa que o acompanha na lista à Câmara Municipal.

Carpinteira não perdeu tempo. Seguiu para o programa eleitoral. “Esta é uma alternativa de esperança. Mobilizadora da sociedade, dos agentes socieconómicos e das forças vivas da nossa comunidade”, iniciou.

Uma das prioridades de Carpinteira passa desde logo por “diligenciar em conjunto com o Ministério da Saúde e com a ULSAM um plano de intervenção no Centro de Saúde de Valença tendo em vista a sua requalificação, alargamento de horários para posteriormente alcançar a reabertura do Serviço de Urgências durante 24 horas por dia”. Intenso aplauso para o candidato.

Fortalecer e alargar a rede de equipamentos sociais do concelho é também outro dos pontos essenciais do programa do candidato socialista.

A adesão à empresa Águas do Alto Minho também está em cima da mesa de Carpinteira. Deixou o compromisso. “Tudo faremos para devolver a gestão da água ao Município”, atirou. Mais uma forte e previsível ovação. De que forma? “Solicitando de forma responsável, sem demagogias, um estudo financeiro e jurídico fundamentado sobre a reversão desta parceria. Devolver depois a palavra aos valencianos para decidir o passo a dar para resolver o problema criado pela maioria PSD em Valença”.

 

 

“Um sonho à medida de cada um de vós”

 

 

Carpinteira compromete-se ainda a uma revisão da estratégia local de habitação “adequando-a às reais necessidades da nossa população”. Afirmar o Município como “agente dinamizador da economia local” é também outro dos objetivos dos socialistas que querem valorizar o tecido empresarial.

“Criar emprego diversificado e qualificado contribuindo para a fixação dos valencianos no concelho e para a estabilidade laboral”. Está garantida a aposta num Centro Tecnológico Empresarial, como incubadora de empresas.

Na cultura, o candidato socialista quer mais. Muito mais e a passar por “uma agenda de eventos ambiciosa, de qualidade, que valorize o vasto património de Valença”. Um novo Pavilhão Multiusos surge no horizonte e a requalificação do antigo Cineteatro estão nas metas de Carpinteira.

Valorizar os recursos naturais e consolidar o parque verde da cidade, entre a Nª Srª da Cabeça e a ponte internacional, é também outro dos compromissos socialistas. Mas, para Carpinteira, “é igualmente necessária a criação de uma praça central na zona do Jardim Municipal que seja ponto de encontro dos valencianos numa das zonas mais nobres da cidade”.

Potenciar o associativismo no concelho e operacionalizar o Conselho Municipal da Juventude são outros pontos fundamentais para o PS. Estes mais dedicados aos jovens cuja fixação no concelho é “essencial” para o candidato socialista. “Emprego, Habitação e Residência Universitária serão três vetores fundamentais no nosso projeto político”, disse.

Criar um Gabinete de Apoio à atividade empresarial está também nos planos desta candidatura. Assim como “o acompanhamento próximo e apoio às empresas para satisfazerem as suas aspirações de crescimento”. E com isto, sublinhou,“evitam-se fugas de grupos de referência como sucedeu com a deslocalização da Borgwarner daqui para Viana do Castelo”.

Carpinteira pretende também valorizar mais os produtores locais e os produtos endógenos, facilitando a sua introdução no mercado. “Criar marcas de qualidade, levando o nome de Valença pelo país fora”, gizou.

“Por isso tenho este sonho. Um sonho à medida da ambição de cada um de vós. À medida da ambição coletiva dos valencianos. E como disse Fernando Pessoa, «o homem sonha, a obra nasce»”, citou. “Temos tanto para sonhar e muito para fazer. E sabemos que unidos e focados no superior interesse de Valença concretizaremos um projeto que vai de encontro às vossas legítimas aspirações e expetativas”, concluiu o candidato saudado com um último (e possivelmente o mais longo) aplauso da tarde.

As próximas eleições autárquicas estão marcadas para dia 26 de setembro.

 

[Fotografias: Rádio Vale do Minho]

 

PUB

 

 

 

 

 

Tópicos:

#Autárquicas 2021

Últimas