PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

0

0

Destaques
Paredes de Coura

Autárquicas/P. Coura: “Estamos a construir ‘foguetões’ em Formariz”

22 Agosto, 2021 - 12:28

110

0

PUB “Olho para a frente e sinto confiança em vós, porque acredito que as pessoas simples, como somos todos nós, podemos fazer coisas extraordinárias. Nós somos o sonho que procuramos. […]

PUB

“Olho para a frente e sinto confiança em vós, porque acredito que as pessoas simples, como somos todos nós, podemos fazer coisas extraordinárias. Nós somos o sonho que procuramos. Temos de fazer tudo que for possível para garantir que a nossa terra corresponda aos sonhos dos nossos filhos”, apontou Vitor Paulo Pereira na sessão pública de apresentação da sua recandidatura à Câmara Municipal de Paredes de Coura.

Numa iniciativa a que se associaram alguns dirigentes locais e nacionais do Partido Socialista como Miguel Alves, Manuel Pizarro e João Paulo Rebelo, mas também o courense e Ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues, o candidato socialista sustentou que acredita “na força do trabalho que é a condição principal para realizar todos os sonhos. Os sonhos não nascem à noite. Os sonhos nascem do coração, mas são feitos com as mãos, com trabalho e com muito empenho”.

Só assim se compreende, que no contexto da pandemia, a sua equipa que lidera a Câmara de Paredes de Coura nunca perdeu o foco.

“Não ficamos só a gerir COVID-19, apesar de apoiarmos muito e bem todas as nossas IPSS e famílias. Aliás, foi neste tempo difícil que conseguimos implantar em Paredes de Coura a primeira fábrica de vacinas do país que abrirá as portas a muitos jovens licenciados que poderão viver e trabalhar em Paredes de Coura, numa área altamente inovadora e profissionalmente gratificante”.

 

 

Grupo suíço traz mais uma fábrica ligada ao sector farmacêutico

 

 

Sem se deter, o candidato do Partido Socialista explicou a dimensão deste investimento para Paredes de Coura e para o país. “Cada emprego criado no sector farmacêutico gera quatro empregos indiretos, sendo esta uma oportunidade fundamental para afirmar a capacidade do concelho de Paredes de Coura. Portugal, e neste caso Paredes de Coura, passarão a fazer parte do pequeno grupo de países produtores de vacinas. Implantar uma indústria farmacêutica de produção de vacinas neste contexto pandémico em Paredes de Coura seria o mesmo que construir uma fábrica de foguetões em 1969, quando, na vertigem da corrida ao espaço, os americanos chegaram à lua. Construir foguetões é o que estamos a fazer agora em Formariz”, comparou.

Mas não fica por aqui a reconfiguração do tecido empresarial desta vila no coração do Alto Minho. Vitor Paulo Pereira anunciou aos presentes que no próximo dia 24, da próxima semana, um grupo suíço vem a Paredes de Coura para negociar a implantação de mais uma fábrica ligada ao sector farmacêutico.

“No final de 2024 teremos instaladas em Paredes de Coura 4 fábricas de produtos farmacêuticos, com a criação de 300 postos de trabalhos, num investimento de 80 milhões de euros. E com centenas de empregos”, acrescentou o candidato socialista, dado que estes investimentos no setor farmacêutico induzirão que também sejam criadas fábricas auxiliares, que se instalarão em Paredes de Coura para fornecerem o sector farmacêutico.

“Paredes de Coura entrará para o ranking dos 15 concelhos mais exportadores da Região Norte. Não sei se sabem o que isso significa?”, para logo de seguida explicar o que pretende para os jovens courenses.

 

 

“Fecharam-nos o Tribunal, mas abrimos de novo o Tribunal com juiz próprio”

 

 

“Queremos que os nossos filhos saiam para se licenciarem e tenham condições de regressar a Paredes de Coura e trabalharem em sectores com inovação, tecnologia e tenham melhores salários”, argumentou Vitor Paulo Pereira, que mantém o propósito de captar investimento que possibilite diversificar os sectores produtivos para além do calçado e do sector automóvel.

Neste âmbito, enumerou a criação de três espaços preparados para receberam empresas ligadas às novas tecnologias, designadamente a Elevadora do Mercado Municipal, que já tem duas empresas instaladas que começarão a funcionar brevemente, mas também a Incubadora que está a ser instalada ao lado da Junta de Freguesia da vila e o espaço dos Empreendedores Makers no antigo edifício do Restaurante Conselheiro.

Recuperando o trabalho desenvolvido por este executivo socialista na Câmara de Paredes de Coura, Vitor Paulo Pereira não tem dúvidas em assumir que o que foi feito nestes últimos anos “foi verdadeiramente notável. Quando chegamos à Câmara fecharam-nos o Tribunal. Mas nós arregaçámos as mangas e em 4 anos abrimos de novo o Tribunal, que agora tem juiz próprio e competências alargadas. É uma vitória nossa e de um Governo que devolveu a dignidade institucional ao nosso concelho”, sublinhou o candidato do Partido Socialista, para logo de seguida enumerar as muitas conquistas para Paredes de Coura.

 

 

Iluminação LED, fibra ótica e gás natural

 

 

“Nesses tempos difíceis quando o país atravessava uma crise financeira e não havia dinheiro para nada, requalificámos a nossa Escola, mais o pavilhão e um novo relvado sintético, as Piscinas, o Pavilhão Gimnodesportivo, o antigo Mercado Municipal com o belo parque envolvente que hoje é a alegria de muitas crianças, o Centro Coordenador de Transportes, o Quartel Antigo dos Bombeiros, as instalações do SCC e da zona envolvente ao cemitério, o Largo Visconde de Mozelos, e construímos a Caixa da Música, a Caixa dos Brinquedos, a Unidade Local de Formação dos bombeiros do distrito, o Centro de BTT, entre outros”, explicou Vitor Paulo Pereira, acrescentando que, entretanto, outras conquistas se somaram.

“Já conseguimos a iluminação LED e ligada toda a noite, bem como a cobertura integral do concelho com fibra óptica, que é uma estrada importante tal como a ligação que estamos a concluir à autoestrada A3. E o gás natural chegará aos consumidores domésticos em meados do próximo ano”, anunciou.

Paredes de Coura não vai parar e desenha um novo mapa de investimentos que vais transfigurar o seu tecido empresarial. “Estamos a fazer neste momento o alargamento e a requalificação das Zonas Industriais. A licenciar o projeto e a comprar os terrenos que possibilitarão a criação da Nova Zona Industrial de Linhares, a concluir a ligação à autoestrada A3 e a implantação em Paredes de Coura dos novos sectores: farmacêutico e metalúrgico”, explicou Vitor Paulo Pereira, gracejando que podia continuar toda a noite com mais exemplos.

“No total investimos quase 40 milhões de euros nestas obras todas. E continuamos com boas contas e com capacidade de investimento para o que aí vem”.

 

 

Seis milhões na ligação do Parque Empresarial de Formariz ao Parque Empresarial de Castanheira

 

 

Não se detendo, o candidato socialista anunciou que a autarquia está a preparar um novo projeto rodoviário. “Ainda não acabamos um e já estamos a assumir um novo compromisso. O ano de 2022 será o ano da conclusão da nova ligação à A3, no valor 12 milhões de euros – que é o maior investimento que o nosso Governo fez, nos últimos anos, num só concelho do Alto Minho”, recordou, sem, contudo, adiantar o que aí vem.

“Estamos já a finalizar o novo projeto de ligação do Parque Empresarial de Formariz ao Parque Empresarial de Castanheira. Uma obra que aumentará a competitividade deste último parque empresarial e aproximará a população das freguesias de Castanheira, Cunha, Bico, Cristelo e Vascões ao nó de Sapardos. Uma obra que acabará com alguns constrangimentos rodoviários, retirará o trânsito de pesados do centro da vila e aumentará a segurança rodoviária. Este projeto tem um valor estimado de 6 milhões de euros e será financiado por fundos comunitários”.

Em traços gerais, Vitor Paulo Pereira assume que está a mudar completamente o perfil industrial do concelho, com projetos inovadores e competitivos que criarão centenas de empregos altamente qualificado. “Ao mesmo tempo, diversificamos a oferta de emprego que, consequentemente, diminui os riscos sociais decorrentes da concentração de emprego num
único setor”, sublinhou.

“Nada nos faz mais felizes do que mudar vidas, as nossas vidas, a vida para melhor dos nossos filhos”, acrescentou Vitor Paulo Pereira, para logo de seguida prestar o verdadeiro tributo a um território também marcadamente agrícola.

“Não há nenhum país do mundo rico e desenvolvido sem um sector agrícola forte. Ponto. Temos consciência de tal e reforçaremos os apoios aos nossos agricultores e a todos os produtores locais”, concluindo que “o futuro é o que sonhamos e Coura é sonho. Nós, o povo de Coura, somos este sonho merecido de uma comunidade valente que tem muita confiança no futuro”.

 

 

“Coura criou novas centralidades”

 

 

Nesta sessão pública de apresentação da sua recandidatura à Câmara Municipal de Paredes de Coura, com a placa central do Parque Portas Corno do Bico completamente cheia e salvaguardadas as recomendações da DGS, associaram-se alguns dirigentes nacionais do Partido Socialista como Miguel Alves, Manuel Pizarro e João Paulo Rebelo, mas também o courense
Tiago Brandão Rodrigues.

“Coura está no centro do Alto Minho e criou novas centralidades”, elogiou o Ministro da Educação, enquanto o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, acrescentou que “Vitor Paulo tem a capacidade de nos fazer acreditar no sonho”.

Por sua vez, o eurodeputado Manuel Pizarro apontou que o candidato do Partido Socialista à Câmara de Paredes de Coura “sabe liderar com visão de futuro”, o mesmo tendo sido sublinhado pelo líder da Federação Distrital de Viana do Castelo, Miguel Alves, para quem Vitor Paulo Pereira tem o defeito de “ser teimoso como uma mula. Quando se lhe mete uma coisa na cabeça, vai até ao fim. É um homem simples, que torna simples as coisas complicadas”, concluiu.

Vítor Paulo Pereira, recorde-se, recandidata-se pelo PS a um terceiro e último mandato à frente da Câmara Municipal de Paredes de Coura. As próximas eleições autárquicas estão marcadas para 26 de setembro.

 

Veja as fotos [cedidas à Rádio Vale do Minho]

 

 

PUB

 

Últimas