PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Arcos de Valdevez

Arcos: Vem aí um congresso sobre casas históricas e senhoriais

4 Novembro, 2022 - 22:32

1568

0

Património.

O Município de Arcos de Valdevez realiza nos próximos dias 10 a 12 de Novembro o 6º Congresso Internacional subordinado à temática da Casa Nobre: Um Património para o Futuro.

 

A autarquia pretende dar desta forma “seguimento a um projecto consolidado de estudo da memória, arquivo, heráldica, genealogia, defesa e valorização do património construído, turismo e desenvolvimento regional, entre outros, num evento único nas suas características e assumidamente um dos fóruns principais de reflexão, estudo e debate sobre estas temáticas ao nível nacional e internacional”.

 

“Atrair e divulgar a investigação de qualidade em torno destes temas e problemáticas” é o objetivo central desta iniciativa, bem como “colocar Arcos de Valdevez como centro assumido de estudo e valorização deste importante património histórico”.

 

A edição deste ano conta com quatro palestras e 66 comunicações provenientes de diversos investigadores nacionais e estrangeiros, com uma participação significativa do Brasil e Espanha, que se debruçam sobre vários temas de estudo e análise deste património histórico. No global, entre intervenientes e inscritos/assistentes, o Congresso contará com cerca de duas centenas de participantes.

 

As palestras serão proferidas por Marcello Simonetta (Arquivo Medici, Itália), Mafalda Soares da Cunha (Universidade de Évora), Agustín Santana (Universidade La Laguna, Tenerife) e Mercedes Unzu e Jesús Leache (Pamplona, Navarra), todas conectadas com as quatro áreas temáticas em que se desenvolve o Congresso: Memória Histórica: História da Família, Genealogia e Heráldica; Património: Estudos, Defesa e Valorização; Arquivos e documentação familiares; Turismo e Desenvolvimento Regional.

 

O Congresso conta ainda no seu programa com umas duas mesas redondas subordinadas aos temas “Projeto Vinculum: entre História, arquivística e património” e “A Casa Nobre pela voz dos seus proprietários”, bem como uma sessão de cinema, com exibição do filme “A Coleção Invisível” do brasileiro Bernard Attal, a apresentação de dois livros da coleção “Casas Armoriadas do concelho dos Arcos de Valdevez” e a entrega do 2º Prémio D. Fernando José de Mascarenhas- Marquês de Fronteira, instituído pelo Município arcuense.

 

[Fotografia: Pinterest/DR]

Últimas