PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

0

0

Arcos de Valdevez

Arcos/BTT: Prozelo recebe quarta e última prova do Campeonato do Minho

14 Outubro, 2021 - 01:38

238

0

Prova será aberta à participação na categoria Open DHI ACMinho.

A freguesia de Prozelo, em Arcos de Valdevez, recebe no próximo domingo, dia 17 de outubro, o 21.º BTT DHI ACRAP, quarta e última prova do Campeonato do Minho de BTT DHI – Cision.

 

Para a última etapa do Campeonato do Minho de BTT DHI – Cision, a expectativa é grande quanto ao desfecho da competição de Prozelo.

 

Organizado conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho e pela ACRAP (Associação Cultural e Recreativa Amadora Proselense), “o BTT DHI ACRAP será promovido em condições de segurança e no cumprimento das orientações da Direção-Geral da Saúde e das normas concertadas entre aquela entidade e a Federação Portuguesa de Ciclismo”, garante a organização.

 

Com cronometragens a cargo da SportChip, além das categorias de competição, a prova será aberta à participação na categoria “Open DHI ACMinho”, devendo as inscrições ser formalizadas no website da Federação Portuguesa de Ciclismo (aqui).

 

A prova de encerramento do Campeonato do Minho de BTT DHI – Cision com um período para treinos que decorrerá entre as 9h00 e as 12h30. A manga de qualificação está marcada para as 14h00 e a manga de classificação realiza-se às 15h30.  A cerimónia protocolar está marcada para as 17h15.

 

“Está tudo pronto, faltam apenas os atletas para dar início à última prova da época de DHI no Minho”, assegurou Ricardo Brito, presidente da ACRAP, adiantando que “estamos prontos e preparados para a retoma do downhill. Depois da prova de XCO, que realizamos há uns meses, chegou agora a vez de organizarmos a tradicional prova de DHI, que é a vertente que mais gostamos. Como é a última e decisiva prova para a atribuição dos títulos, penso que vai ser uma grande prova”.

 

Este ano a ACRAP apresenta um trajeto muito parecido ao que em 2019 recebeu também a derradeira prova de DHI.

 

“Em 2019 fizemos melhoramentos na pista e penso que agradou a todos os ciclistas que participaram nessa prova. Este ano, a pista será, praticamente, a mesma. Agora só esperamos que esteja bom tempo para ajudar a festa e que os atletas de divirtam ao máximo”, afirmou.

 

Apesar da pista ter poucas alterações, a preparação, garante, não foi fácil. “Estivemos parados muito tempo. O terreno não recebeu provas estes dois anos e, por isso, tivemos que refazer tudo, mas planeamos com tempo e já estamos preparados para receber a festa do DHI”.

 

 

 

[Fotografia: Arquivo/DR]

Últimas