PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Caminha

Alto Minho: Quer ganhar um compostor? Este Município vai oferecer 400!

14 Setembro, 2022 - 10:48

614

0

‘Reciclar a Compostar’.

O Município de Caminha vai começar a implementar mais um projeto amigo do ambiente. Trata-se do Reciclar a Compostar, que envolve a entrega de quatro centenas de compostores domésticos a munícipes e escolas, e cujas normas de participação foram aprovadas já em reunião do Executivo.

 

O universo de participantes é para já limitado e os interessados terão que frequentar a ação de formação, a realizar pelo Município, inscrevendo-se através da ficha de Inscrição que pode ser acedida AQUI [clique para abrir].

 

Podem ser participantes do projeto cidadãos com idade igual ou superior a 18 anos, residentes nas freguesias de Vila Praia de Âncora ou na União das Freguesias de Caminha e Vilarelho, cuja residência possua um espaço verde exterior para colocar um compostor doméstico (quintal, horta, jardim ou terreno).

 

O projeto está desde já aberto também aos titulares de direito de utilização de parcela nas Hortas Urbanas – Quinta da Barrosa e aos estabelecimentos de ensino do Agrupamento de Escolas do Concelho de Caminha. O objetivo será alargar a todas as freguesias até final de 2023.

 

O projeto Reciclar a Compostar foi candidatado pelo Município de Caminha ao programa Bio Bairros – Da terra à terra, financiado pelo Fundo Ambiental, e inclui-se no âmbito das estratégias delineadas pelo Município de Caminha, nomeadamente no que se refere ao desenvolvimento de um sistema de recolha de bio resíduos, promovendo a redução da deposição em aterro, através da implementação de medidas de incentivo e promoção da compostagem doméstica junto da população local e das entidades parceiras.

 

O investimento previsto é de 36.480.00 euros (IVA incluído), e inclui aquisição de compostores, formação e materiais de divulgação.

 

“Foram selecionadas estas freguesias uma vez que, existindo limitação no número de unidades de compostores a adquirir, se considerou que as mesmas possuem uma percentagem significativa de moradias unifamiliares com jardim, cuja tipologia se considerou prioritária para abranger pelas medidas de incentivo à compostagem”, explica a autarquia caminhense.

A seleção dos candidatos para a atribuição dos compostores faz-se por ordem de inscrição, até se perfazer a entrega do número máximo de compositores previstos para o projeto. Será apenas aceite uma inscrição por participante/morada.

 

 

[Fotografia: Ilustrativa/DR]

Últimas