PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

1

Caminha

Alto Minho: Foram assim os quatro dias mais loucos da cerveja artesanal – Já há números

17 Julho, 2023 - 10:40

1615

0

Artbeerfest.

Mais de 35 mil visitantes passaram pela edição deste ano do Artbeerfest, o festival de cerveja artesanal de Caminha. Um autêntico recorde que encheu de contentamento a organização do evento.

 

Quatro dias de autêntico culto e degustação das melhores cervejas artesanais do mundo, com 401 marcas de cerveja presentes. Tantas que, conforme referiu a organização à Rádio Vale do Minho, só é possível encontrar paralelo em eventos na Inglaterra e na Dinamarca.

 

Vale referir que, desde logo, esta edição começou a ficar predestinada ao êxito total visto que, na tarde do primeiro dia, o recinto mostrou-se muito bem composto.

 

“Normalmente as quintas-feiras não tinham esta animação toda. A comunicação foi muito forte e cada vez há mais gente. Ontem à noite não havia um lugar nos bares… nos restaurantes”, destacou na altura Otávio Costa, aos microfones da Rádio Vale do Minho.

 

Orgulhoso com tamanha multidão no arranque, o responsável foi convidado a olhar para trás. Num ápice, passaram-se 10 anos.

 

“São já muitas recordações. Grandes memórias. Mas a maior memória de todas é pensar que, um dia, daqui a 50 anos – quando cá não estivermos – o Artbeerfest ainda cá esteja. Sinal de que foi muito bem alicerçado e muito bem estruturado”, prosseguiu Ótavio Costa que vê este festival como “um filho”.

 

 

 

[Fotografia: Artbeerfest]

 

 

 

Vem aí um estudo rigoroso

Aos olhos de todos, é bem visível o impacto social e económico que o Artbeerfest tem em Caminha. São milhares de pessoas que chegam por esta altura ao concelho vindas de vários pontos do país e do mundo, algumas propositadamente para o evento.

 

Mas a organização quer números. Quer dados mais rigorosos.

 

Através da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro em parceria com o Instituto Politécnico de Viana do Castelo, será feito um estudo para avaliar o impacto.

 

“Sabemos que trazemos muita coisa para Caminha, mas há que ter uma análise fidedigna”, acrescentou Otávio Costa.

 

 

 

[Fotografia: Artbeerfest]

 

 

 

Cervejas artesanais de toda a Europa

Neste festival, o visitante encontrou cervejas artesanais vindas sobretudo da Europa, nomeadamente Chéquia, Dinamarca, Israel, Espanha, Lituânia, Inglaterra, Bélgica, Itália, Hungria, Sérvia, Luxemburgo, Suiça, Grécia e Noruega.

 

Recentemente reconhecido como “Melhor Festival Não Musical” da Península Ibérica pelos conceituados Iberian Festival Awards, o Artbeerfest Caminha foi-se construindo e consolidando enquanto evento eclético, diverso e multidisciplinar, onde a experiência do visitante e dos seus locais vai muito além da temática cervejeira.

 

O Artbeerfest Caminha é organizado pela OG&Associados, uma empresa de produção de eventos portuguesa, que se destaca no apoio e na dinamização do sector da cerveja artesanal no país, liderando de forma incontestável a organização de festivais temáticos.

 

Começou na passada quinta-feira e terminou este domingo.

 

 

[Fotografia capa: Artbeerfest]

Tópicos:

#Artbeerfest

Últimas