PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Alto Minho

Alto Minho: E aí vão DEZ! – ‘Havemos de ir a Viana’ soma mais um troféu [VÍDEO]

27 Dezembro, 2022 - 11:38

554

0

Distinção.

O vídeo musical Havemos de ir a Viana, realizado pelo vianense Flávio Cruz, venceu esta terça-feira o prémio “Melhor Vídeo Musical” (Best Music Video) no Los Angeles Independent Film Festival Awards (LAIFFA).

 

Este Festival, realizado em Hollywood, nos Estados Unidos da América, pretende valorizar o trabalho criativo realizado por cineastas, em todo o mundo.

 

Recorda-se que o vídeo da canção Havemos de ir a Viana de Alain Oulman, com letra de Pedro Homem de Melo e cantado por Amália Rodrigues, tem feito um percurso brilhante, tendo já participado em 11 festivais, de nove diferentes países e arrecadado 10 prémios.

 

Este trabalho, que reuniu contributos de 48 artistas e músicos locais, de diferentes áreas musicais, foi lançado na Romaria da Sra. d’Agonia de 2020, e nas primeiras seis horas de publicação foi visionado 500 vezes por minuto, tendo já atingido mais de um milhão de visualizações.

 

 

Recorde o vídeo

 

 

Em 2020, devido às restrições causadas pela pandemia, a organização abriu o programa das festas, essencialmente online, com um videoclipe inédito, da autoria do vianense Flávio Cruz, que reuniu, pela voz e pela arte, 48 artistas do fado ao hip-hop.

 

O projeto no âmbito da marca Somos Todos Romaria pretendeu desta forma relembrar a alegria vivida durante a Romaria e mostrar a vontade dos vianenses de voltar a vivê-la em plenitude. Só no dia da estreia o videoclipe foi visto 500 vezes por minuto e ultrapassou um milhão de visualizações nas três plataformas das redes sociais, nos cinco dias da festa.

 

“Foi um desafio, em plena pandemia, conseguir que as pessoas sentissem a festa à distância através da música que mais significado tem na Romaria d’Agonia. O outro desafio foi juntar estilos tão distintos mantendo este sentimento coletivo. A grande vontade que todos temos de ter a Romaria de volta às ruas de Viana do Castelo foi a grande força deste projeto que correu os quatro cantos do mundo”, destacou na altura Flávio Cruz.

 

 

[Fotografia: Arquivo/DR]

Últimas