PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Alto Minho

Alerta: Proteção Civil avisa para possibilidade de cheias nos rios Minho, Coura e Vez

26 Outubro, 2022 - 17:00

1261

0

Meteorologia.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) emitiu esta quarta-feira um alerta para novo agravamento da situação meteorológica nos próximos dias. 

 

Para o Alto Minho, está prevista “precipitação, por vezes forte, e trovoada”. O vento “soprará até 30 km/h do quadrante sul, podendo atingir rajadas até 75 km/h nas terras altas das regiões do Norte e Centro”.

 

Na mesma nota, a ANEPC prevê a “possibilidade de aumento das afluências no Rio Minho e Coura (Caminha)”. Na Bacia Hidrográfica do Lima, o “aumento das afluências na sub-bacia do rio Vez poderá provocar inundações em Arcos de Valdevez”.

 

 

A ANEPC deixa várias recomendações face à intempérie que se avizinha:

  • Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
  • Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
  • Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte;
  • Ter especial cuidado na circulação junto a zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a fenómenos de transbordo dos cursos de água, evitando a circulação e permanência nestes locais;
  • Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias;
  • Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
  • Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

 

 

O Alto Minho encontra-se sob aviso amarelo colocado pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), devido às previsões de “precipitação por vezes forte” e possibilidade de trovoada.

 

 

[Fotografia: Arquivo/DR]

Tópicos:

#Meteorologia

Últimas