PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Destaques
Valença

Valença: Vereador entrega pelouros por não se rever no atual projeto do Executivo

7 Janeiro, 2021 - 17:17

189

0

PUB José Monte, vereador pelo PSD na Câmara de Valença, renunciou esta quinta-feira aos pelouros que lhe foram confiados – entre eles o do Desporto. Em comunicado enviado à Rádio […]

PUB

José Monte, vereador pelo PSD na Câmara de Valença, renunciou esta quinta-feira aos pelouros que lhe foram confiados – entre eles o do Desporto. Em comunicado enviado à Rádio Vale do Minho, o autarca garante que continuará “a cumprir o mandato (…) até ao fim como vereador sem regime de permanência. “Faço-o com o maior respeito institucional e pessoal, mas sem deixar de respeitar o princípio da transparência”.

Visivelmente desiludido, José Monte aponta a origem da divergência no momento em que Jorge Mendes largou as funções de presidente da Câmara para assumir o cargo de deputado na Assembleia da República. A cadeira da presidência foi ocupada por Manuel Lopes, até então vice-presidente.

“Com a saída do anterior Presidente, verifiquei que está a ser implementado um projeto político que considero não ser aquele que ajudei a construir quando em 2005 apresentamos uma alternativa politica do PSD aos valencianos”, lamenta.

“Durante um longo ano, dei o benefício da dúvida com a esperança de que iríamos encontrar esse caminho. Contudo, acabei por constatar que, cada vez mais, nos afastávamos do projeto que foi sufragado nas urnas. Penso que terá sido uma escolha consciente, que lamento profundamente porque o projeto inicial era efetivamente melhor, muito melhor”, atira.

 

 

“Não me movo por vaidades”

 

 

Mesmo desapontado, José Monte mostra-se seguro que, “ao longo deste tempo, respondi com honra e responsabilidade aos desafios. Sei que me empenhei ao máximo em desenvolver os assuntos relacionados com os pelouros que tutelava, na firme certeza que todo o meu empenho foi no sentido de trabalhar e servir a causa pública, o Município e os valencianos. Sempre envolvi as forças vivas do concelho nos projetos criados e nos remodelados”.

Mas nos corredores do Município, conta, o ambiente era outro. “Apesar de ser uma honra assumir as responsabilidades de vereador a tempo inteiro, não posso ficar indiferente às tomadas de decisão em áreas da minha responsabilidade, assim como não posso ficar indiferente às constantes tentativas de limitação do exercício das minhas responsabilidades públicas”.

“Na política não me movo por cargos, posições, vaidades, aparências ou vencimentos; o que me faz lutar no campo político (e isso é algo que aprendi ao longo de 20 anos), é servir a causa pública!”, exclamou.

 

 

“Não sou pessoa de me acomodar”

 

 

Conforme referiu nas primeiras linhas, apesar da entrega de pelouros, José Monte assegura que continuará a exercer o mandato. Mas sem qualquer função executiva. “Não sou pessoa de me acomodar, de ficar encostado ou de me arrastar pelos corredores”, sublinha.

Termina com um “agradecimento profundo” a todas as coletividades, associações e todas as outras Instituições com quem trabalhou. Agradece também a todos os colaboradores da Câmara Municipal de Valença “pela sua amizade, disponibilidade, profissionalismo e colaboração”.

José Monte, recorde-se, vinha sendo nos últimos anos o rosto maior do Município no que toca a atividades desportivas e toda e qualquer iniciativa que envolvesse a Eurocidade Valença/Tui.

 

[Fotografia: Arquivo / Município de Valença]

 

PUB

 

Últimas