PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Valença

Valença: PS avança com governação sem maioria mas “com determinação e coragem”

18 Outubro, 2021 - 15:27

1221

0

Anúncio feito esta segunda-feira pelo novo presidente da Câmara, durante a tomada de posse.

Sem coligações. Sem acordos. Os socialistas vão governar a Câmara de Valença sem maioria nos próximos quatro anos. A certeza foi deixada esta segunda-feira pelo novo presidente da Câmara, José Manuel Carpinteira, durante a cerimónia de instalação dos novos órgãos autárquicos.

 

“Valorizo o estatuto da oposição. Porque esta, quando construtiva e bem exercida, é fundamental para a gestão municipal”, afirmou Carpinteira. “Governaremos com maioria relativa. Sabemos dos grandes desafios e do trabalho acrescido, mas abraçaremos esta missão com determinação, coragem e experiência”.

 

Nas autárquicas do passado dia 26 de setembro, o PS venceu a corrida à Câmara Municipal de Valença com 40,01% dos votos. Conseguiu colocar três elementos no Executivo Municipal, falhando a maioria absoluta.

 

O PSD, liderado por Manuel Lopes, obteve 28,16% dos votos e encaixou dois elementos no Executivo. Os independentes do movimento Fortalecer Valença, liderado por José Monte, alcançaram 20,40% dos votos e conseguiram também colocar dois elementos no Executivo Municipal.

 

“Dos eleitos da oposição, conto com a colaboração e sobretudo com a responsabilidade de colocar os superiores interesses de Valença em primeiro lugar”, sublinhou o edil socialista, fortemente ovacionado por um auditório do Centro de Inovação e Logística de Valença (CILV) totalmente cheio.

 

 

 

José Manuel Carpinteira tomou posse como presidente da Câmara de Valença

 

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

 

Nas restantes linhas, José Manuel Carpinteira voltou a recordar as prioridades do atual Executivo. Mantém-se a intenção de criar um “evento de referência para projetar o concelho nacional e internacionalmente”.

 

Outra das prioridades dos socialistas passa pela “reabertura do serviço de atendimento permanente do Centro de Saúde”. Forte aplauso para o autarca que, ato contínuo, lembrou outra das pastas sobre a qual se vai debruçar no imediato: a empresa Águas do Alto Minho (AdAM).

 

“Vamos solicitar todos os documentos que estiveram na base do contrato de adesão à AdAM, e pedir parecer jurídico para que todos conheçamos a realidade contratual. Posteriormente, em conjunto com os munícipes, tomaremos a decisão mais adequada aos interesses de Valença e dos valencianos”.

 

Engenheiro químico de formação e gestor empresarial de profissão, José Manuel Carpinteira, de 61 anos, residente em Valença, desempenhou a função de Deputado à Assembleia da República, onde integrou a Comissão do Ambiente, Energia e Ordenamento do Território. Foi também presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, de 1989 a 2013.

 

 

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

Últimas