Menu

+

0

0

Valença

Valença: Muralha ruiu há um ano – Quando começa a reconstrução? Carpinteira fez o ponto da situação

1 Janeiro, 2024 - 00:36

605

0

Derrocada aconteceu a 1 de janeiro de 2023.

Tão cedo Valença não vai esquecer o primeiro dia do ano de 2023. Choveu tanto que o pano de muralha da Fortaleza, na zona da Coroada, desabou.

 

Nas redes sociais, os valencianos ficaram sem reação. Nós também. Tivemos de lá ir. Ver com os nossos próprios olhos. E vimos.

 

 

 

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

 

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

 

[Fotografia: DR]

 

 

 

Estado garantiu de imediato que iria pagar tudo

Ainda nesse mês de janeiro, o Estado garantiu que iria financiar integralmente as obras de recuperação da muralha da Fortaleza de Valença, afetada pelo mau tempo no dia 1 e cujos prejuízos estão avaliados em dois milhões de euros, disse o Ministério da Coesão Territorial.

 

O Governo aprovou em Conselho de Ministros uma resolução que reconhece que as cheias e inundações provocadas pela precipitação intensa e persistente ocorrida em dezembro de 2022 nas regiões Norte, Lisboa, Alentejo e Algarve, bem como em janeiro deste ano no Alto Minho, constituem “situações excecionais”.

 

De acordo com o executivo, o mau tempo desse final de ano causou prejuízos de 293 milhões de euros e o volume dos apoios a conceder ascende a cerca de 185 milhões de euros.

 

Na reacção, o Presidente da Câmara, José Manuel Carpinteira, mostrou-se muito satisfeito com a “prontidão do Governo” em apoiar esta obra.

 

 

 

 

Ministra da Coesão Territorial visitou a Fortaleza de Valença logo no dia seguinte à derrocada

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

 

[Fotografia: Município Valença]

 

 

 

 

Quando começa a reconstrução?

Volvido exatamente um ano, aos microfones da Rádio Vale do Minho, o Presidente da Câmara de Valença acredita que o início da reconstrução está por dias.

 

“O processo está adjudicado, mas tem ainda que ir a Tribunal de Contas. A nossa perspetiva é que a obra se inicie até final deste mês de janeiro”, disse José Manuel Carpinteira.

 

O investimento rondará um milhão e duzentos mil euros. A obra deverá durar, pelo menos, seis meses.

 

“Visualmente vai ficar como estava antes da derrocada. E até vai ficar melhor: as fundações vão ser reforçadas. Aquele pano de muralha vai ficar muito mais seguro. Visualmente, ficará idêntico ao restante”, assegurou ainda o autarca.

 

Monumento classificado como Património Nacional desde 1928, a Fortaleza está sob a tutela do Ministério das Finanças.

 

A fortaleza do século XVII, principal ex-líbris da cidade de Valença, é anualmente visitada por mais de dois milhões de pessoas.

 

O monumento nacional assume particular importância pela dimensão, com uma extensão de muralha de 5,5 quilómetros, e pela história, tendo sido, ao longo dos seus cerca de 700 anos, a terceira mais importante de Portugal.

 

 

 

[Fotografias capa: Rádio Vale do Minho/Município Valença]

Últimas