PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Valença

Valença ganhou hoje um novo parque ribeirinho para passear ‘à fresca’

24 Junho, 2024 - 15:49

854

0

Dispõe de parque de merendas com mesas, churrasqueiras, bancos, apoio de bicicletas, papeleiras, uma praceta, baloiços e um slide.

Foi inaugurado esta segunda-feira o novo Parque Ribeirinho de São Pedro da Torre, em Valença.

 

Está junto à Ecopista do Rio Minho. O investimento municipal rondou os 200 mil euros.

 

 

 

[Fotografia: Município Valença]

 

 

“Esta é mais uma estrutura que aproxima Valença do rio e permite a fruição e o lazer de espaços naturais emblemáticos e de rara beleza que o concelho tem para oferecer”, disse o Presidente da Câmara, José Manuel Carpinteira.

 

Para o Presidente da Junta de São Pedro da Torre, Cristóvão Pereira, “este espaço vai proporcionar excelentes condições para desfrutar do rio Minho e da Ecopista em São Pedro da Torre e servir, ainda, de apoio aos peregrinos do Caminho Português da Costa”.

 

 

 

[Fotografia: Município Valença]

 

 

O novo Parque Ribeirinho de São Pedro da Torre situa-se junto à Ecopista e ao Rio Minho, entre a Pesqueira de São Pedro da Torre e o Ribeiro das Insuas, com o antigo fortim térreo das Guerras da Restauração a sul.

 

O espaço dispõe de parque de merendas com mesas, churrasqueiras, bancos, apoio de bicicletas, papeleiras, uma praceta, baloiços e um slide.

 

 

 

[Fotografia: Município Valença]

 

 

[Fotografia: Município Valença]

 

 

No âmbito desta obra foi também requalificada a rampa de acesso ao rio para embarcações criando as condições técnicas necessárias para a carga e descarga de embarcações, em segurança.

 

Uma obra, diz-se pela freguesia, “muito desejada”.

 

Alertava-se para a necessidade do apoio aos pescadores no porto de pesca de São Pedro da Torre, bem como às embarcações de lazer que encontram aqui um ponto de acesso ao rio Minho.

 

A obra incide, também, nos acessos desde a rua do Frade até ao rio e no percurso atravessado pela Ecopista do rio Minho.

 

Financiada pelo programa Norte 2020, estas requalificações inserem-se numa estratégia municipal de valorização da frente ribeirinha do Rio Minho e na gestão sustentável do património natural.

 

 

 

[Fotografia capa: Município Valença]

Últimas