PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

2

2

Galiza

Rio Minho: Nova derrocada – Mais uma fortaleza que não aguentou

4 Janeiro, 2023 - 17:21

8830

0

Prejuízos provocados pelo temporal superam um milhão de euros.

Desta vez ocorreu no concelho de Tomiño, vizinho galego de Vila Nova de Cerveira. Parte da muralha do Forte de San Lourenzo acabou por ceder, consequência do temporal que se abateu sobre o Alto Minho e Galiza no passado domingo.

 

Na margem galega do rio Minho, o concelho de Tomiño foi um dos mais afetados.

 

Um dos golpes mais duros aconteceu com o colapso de uma das paredes que tinha sido reconstruida há 20 anos, com obra a cargo da Dirección General de Patrimonio Cultural de la Xunta de Galicia, com fundos europeus e que se tornou num símbolo de recuperação em matéria de fortalezas.

 

O Município de Tomiño já fez uma estimativa e, segundo divulgou nas redes sociais, os prejuízos provocados pelas fortes chuvas no concelho deverão superar um milhão de euros.

 

De referir que, segundo o jornal Telemariñas, este concelho alcançou um recorde histórico de acumulação de chuva no passado domingo: 126 litros por metro quadrado. Uma marca nunca antes vista, desde que existem registo na estação meteorológica de Areas, em Tui.

 

A construção do forte de San Lourenzo começou em 1671, na sequência dos conflitos gerados pela Guerra da Restauração de onde Portugal saiu vitorioso. No entanto, a melhoria das relações entre os dois países enviaram a fortaleza para a inutilidade. Esteve dois séculos votada ao abandono.

 

 

[Fotografia: Município Tomiño]

Últimas