PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Ponte da Barca

PS toca o alarme e avisa que Ponte da Barca em situação de “bancarrota”

30 Agosto, 2023 - 11:11

2315

0

“Na realidade é um resgate da Banca a Ponte da Barca a apenas quatro meses do final do ano!”.

O PS Ponte da Barca lamenta que o Município esteja a entrar em situação de “bancarrota”.

 

Em nota enviada à imprensa, o líder da oposição refere que “devido a um conjunto demasiado grande de más decisões políticas, o Município de Ponte da Barca enfrenta uma situação de rutura financeira com graves dificuldades de tesouraria e incumprimento generalizado do pagamento pontual a fornecedores”.

 

Para Pedro Sousa Lobo, “é fundamental a implementação de práticas de gestão responsável para proteger o interesse público e garantir o funcionamento adequado dos serviços municipais”.

 

Na origem da revolta dos socialistas está o facto de a maioria PSD – que “nunca percebeu a importância de pagar a tempo e horas” –  “vem, a apenas 4 meses do final do ano, pedir a aprovação de empréstimo bancário a curto prazo no valor de 600.000 euros”.

 

Para o líder do PS local, “este pedido de empréstimo confessa o desnorte de liderança e a gestão imprudente do Orçamento de 2023 e visa evitar uma bancarrota de Tesouraria até 31 de dezembro deste ano”.

 

“Na realidade é um resgate da Banca a Ponte da Barca a apenas quatro meses do final do ano!”, atira.

 

“Face às dificuldades que estão a passar inúmeras instituições do nosso concelho, injustamente prejudicadas, os Vereadores do Partido Socialista de Ponte da Barca aprovaram a contratação deste empréstimo de curto prazo, no valor de 600.000 euros, tendo por objetivo possibilitar o pagamento imediato pelo Município de Ponte da Barca de parte das obrigações vencidas e em dívida a comerciantes locais, empreiteiros, fornecedores, associações, IPSS e Juntas de Freguesia”, explica.

 

“No entanto, apelamos a que o Executivo do PSD corrija a sua atuação passando planear realisticamente o Orçamento Municipal e a administrar com maior rigor e responsabilidade os destinos de Ponte da Barca”, conclui Pedro Sousa Loubo.

 

 

 

[Fotografia: DR]

Últimas