PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Mundo

Papa quer proibir barrigas de aluguer. “Desprezível”, considera Francisco

8 Janeiro, 2024 - 14:44

160

0

“Uma grave violação da dignidade da mulher e da criança”, qualifica o Sumo Pontífice.

O Papa Francisco apelou, esta segunda-feira, à proibição universal da maternidade de substituição, que descreveu como uma prática “desprezível” que consiste na “comercialização” da gravidez.

 

Durante a audiência de Ano Novo com os membros do corpo diplomático acreditado junto ao Vaticano, além de mencionar os conflitos armados na Ucrânia e na Faixa de Gaza, o pontífice enumerou outros problemas que colocam em risco a paz e a dignidade humana.

 

“O caminho para a paz exige respeito pela vida, por cada vida humana, a começar pela do feto no ventre da mãe, que não pode ser reprimida nem se tornar um objeto de comercialização, disse, segundo o Notícias ao Minuto.

 

Francisco considerou desprezível a prática da chamada maternidade de substituição, que representa uma grave violação da dignidade da mulher e da criança, baseada na exploração de situações de necessidades materiais da mãe”.

 

“Espero, portanto, que a comunidade internacional se comprometa a proibir universalmente esta prática”, acrescentou.

 

 

 

[Fotografia: Arquivo/Grist]

Tópicos:

#Igreja#Mundo#Papa

Últimas