PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

0

0

País

País: “Não haverá aumento do preço da eletricidade para consumidores domésticos em 2022”

21 Setembro, 2021 - 18:45

387

0

Em conferência de imprensa.

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, anunciou esta terça-feira várias medidas no valor de 430 milhões de euros que vão impedir a subida do preço da eletricidade no mercado regulado em 2022.

 

De acordo com o Jornal Económico, estas medidas devem ser tidas em conta pela entidade reguladora ERSE na altura de fazer as contas para as famílias no mercado regulado em 2022.

O Governo vai juntar 250 milhões de euros a estes 430 milhões com origem nos sobreganhos gerados pela eletricidade renovável. Este total de 680 milhões de euros vai permitir uma redução de 13% na tarifa de acesso às redes, que pesa na fatura mensal da luz.

 

“Não haverá aumento do preço da eletricidade para consumidores domésticos em 2022 no mercado regulado, que representa 20% dos consumidores”, disse o ministro do Ambiente em conferência de imprensa, explicando que a ERSE é quem toma a decisão final sobre as tarifas.

 

Com uma almofada financeira de 680 milhões de euros, a ERSE vai poder reduzir em 13% as tarifas de acesso às redes, uma das componentes da fatura da eletricidade.

 

Questionado sobre aumentos no mercado liberalizado para as famílias em 2022, o ministro apontou que os consumidores devem fazer uma comparação com os preços regulados e se considerarem que compensa uma mudança, devem mudar para uma tarifa equiparada.

 

 

[Fotografia: Arquivo / DR]

Últimas