Menu

+

0

0

País

País: Mesa de Natal vai ‘pesar’ mais no bolso (mas há um produto muito mais caro)

8 Dezembro, 2023 - 18:43

1129

0

Natal.

A mesa de Natal vai este ano ficar mais cara aos portugueses.

 

No entanto, há um produto cujo preço disparou desde o último ano: o azeite virgem extra. 

 

De acordo com o jornal ECO foi o produto que mais subiu de preço no último ano, tendo disparado 82% (mais 4,60 euros), face ao período homólogo. Segue-se o arroz carolino (22%), a farinha para bolos e a couve (ambos 18%), o vinho tinto do Douro (15%), a batata vermelha, o açúcar branco e a tablete de chocolate para culinária (todos 8%) e o abacaxi (com uma subida de 3%).

 

Feitas as contas, o cabaz de produtos tradicionais nesta ocasião está quase 10% mais caro do que em 2022, segundo as contas da Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco).

 

Em causa está a monitorização feita a 16 produtos alimentares habitualmente consumidos na ceia natalícia (que conta com produtos abrangidos pelo IVA zero, mas não só), entre os quais estão bacalhau, perna de peru, arroz carolino, azeite, couve, farinha para bolos, açúcar branco e outros.

Se a 7 de dezembro de 2022 este cabaz custava 46,31 euros, na quarta-feira passada custava já 50,80 euros. Ou seja, no espaço de um ano, o cabaz de Natal monitorizado pela Deco encareceu cerca de 4,50 euros (9,7%).

 

 

 [Fotografia: Ilustrativa/DR]

Últimas