PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Monção

Monção: É hoje! – Tudo o que precisa saber sobre a Feira do Alvarinho

1 Julho, 2022 - 00:09

2243

0

Evento festeja 25 anos de existência.

Começa esta sexta-feira a Feira do Alvarinho de Monção. O certame, que este ano celebra 25 anos de existência, vai realizar-se no Parque das Caldas – um dos pulmões deste concelho do distrito de Viana do Castelo.

 

As portas da feira abrem às 12h30. A cerimónia de inauguração está agendada para as 16h00. Será presidida pela Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, que uma vez mais vem ao Vale do Minho por onde várias vezes tem passado nos últimos tempos.

 

 

 

 

Mudanças no recinto

Quem entrar pelo lado das muralhas (Néris), notará desde logo mudanças na logística do espaço da Feira do Alvarinho. O visitante passará imediatamente por uma praça onde, ao redor, encontrará os vários stands das instituições onde estará à venda o artesanato. 

 

Ao centro estará um novo stand: o do Município. É aí que o visitante pode encontrar os já famosos peluches oficiais da Feira do Alvarinho e também o badalado livro de Banda Desenhada O Reino do Alvarinho.

 

Metros à frente, o cenário já se torna mais semelhante às edições de 2018 e 2019. Duas tendas com tasquinhas em frente à enorme tenda principal. É nesta área maior que estão os stands dos produtores de vinho Alvarinho.

 

 

À esquerda, o novo largo para quem entra do lado das muralhas (Néris)

[Fonte: Município Monção]

 

 

 

‘Ora diga lá 33!’

O número é cheio de simbologia. Não só é uma capicua como também é feito com o mágico três: 33 produtores presentes na Feira. É um novo recorde de produtores na sub-região Monção&Melgaço em eventos do género.

 

A marca mais alta que prevalecia até agora estava em 32.

 

“Isto significa que o evento e a sub-região continuam num caminho de crescimento exponenciado. Isto por há duas Câmaras – Monção e Melgaço – que sempre acreditaram que o território tinha capacidade para afirmar-se cada vez mais”, recordou recentemente António Barbosa.

 

“Os produtores de ambos os concelhos têm sido os grandes obreiros de termos chegado até aqui. Mas isto é apenas o arranque. Temos ainda muito caminho a fazer”, apontou o presidente da Câmara sempre destacando o “bom entendimento” que tem havido entre Monção e Melgaço.

 

“Isto é meio caminho andado para que tudo corra bem. Hoje, os produtores têm uma relação muito mais aberta e muito mais próxima do que há 10 ou 20 anos em havia uma rivalidade maior”, avaliou Barbosa. “Todos começamos a perceber que trabalhando em conjunto somos mais fortes”, sintetizou.

 

 

 

 

Zona da Restauração com vista cheia para o rio

Os restaurantes e café, ainda mais próximos do rio, prometem vistas magníficas enquanto se está de faca e garfo. 

 

No Espaço Harmonias – assim foi batizado – existirá também um palco que promete vários momentos musicais durante os três dias do certame.

 

 

 

Zona da Restauração com maior visibilidade para o rio – Posto Médico junto à entrada pelo Parque das Caldas

[Fonte: Município de Monção]

 

 

Posto médico

O posto médico está junto à entrada pelo Parque das Caldas, mais próxima ao rio.

 

Existem dois pontos de venda de copos no interior da tenda principal. Há dois WC – um na zona da restauração e outro junto à tenda principal, do lado do Parque Infantil.

 

 

 

 

Contadores à entrada

As quatro entradas oficiais na Feira do Alvarinho terão contadores instalados. O objetivo é chegar ao final do evento e, evidentemente, ter uma ideia mais precisa do número de visitas recebidas.

 

“Nas nossas Ecopistas temos já instalados contadores para termos uma ideia da afluência de público. Vamos colocá-los temporariamente na Feira do Alvarinho. O número final não será ainda totalmente exato mas vai dar-nos ainda mais uma ideia da importância que a feira tem hoje”, explicou António Barbosa à Rádio Vale do Minho.

 

“Todos os anos falamos da Feira do Alvarinho ter 50… 80… 100 mil pessoas, mas tudo isso são números resultantes de estimativas que fazemos tendo em conta a dimensão do espaço e por tudo o que vai acontecendo”, recordou o presidente da Câmara.

 

Uma maior precisão nos números será também importante, realçou Barbosa, “pela forma como se divulga” e “conhecendo a realidade mais exata, teremos outra base para trabalhar o evento nos anos seguintes”.

 

 

 

 

Sempre a crescer

A Feira do Alvarinho de Monção surgiu em 1997, na envolvente da antiga estação da CP. Desde então tem crescido consideravelmente.

 

Após vários anos no Campo da Feira, o certame realiza em 2018 uma mudança histórica para o Parque das Caldas que lhe exponenciou a projeção nacional e internacional.

 

Assume-se hoje como A Maior Wine Party de Portugal.

 

A última edição da Feira do Alvarinho, em 2019, foi distinguida com o Prémio Evento do Ano na Gala Alto Minho Ativar IPVC Business Awards 2019.

 

O programa completo pode ser consultado AQUI.

 

 

[Fotografias: Rádio Vale do Minho]

Últimas