PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Monção

Monção: Assembleia Municipal aprova voto de repúdio ao comportamento do PS… por unanimidade

19 Abril, 2024 - 14:23

752

0

António Barbosa, lamenta “um PS que não apresenta soluções absolutamente para nada”.

A Assembleia Municipal de Monção aprovou esta quinta-feira, por unanimidade, um Voto de Repúdio apresentado pelo PSD Monção ao comportamento do PS Monção “e do seu grupo de trabalho”.

 

Em nota enviada à Rádio Vale do Minho, os sociais-democratas de Monção relatam que “no passado dia 28 de fevereiro de 2024, na Reunião Ordinária da Câmara Municipal, realizada no Centro Cultural do Vale de Mouro, em Tangil, o senhor vereador do Partido Socialista, Filipe Quintas, entregou à mesa, um documento intitulado Observações à alteração do Plano de Pormenor Centro Histórico de Monção. Esse documento foi entregue no âmbito da Consulta Pública que estava a decorrer relativamente ao Plano de Pormenor do Centro Histórico de Monção, como proposta do PS para alterações ao respetivo plano”.

 

Considera o PSD que “o referido documento apresentava uma insinuação grave e maldosa sobre um técnico municipal”.

 

Dias depois, a 20 de março e também em reunião de Câmara, “o Sr. Vereador Filipe Quintas, admitiu que entregou o documento sem o ter lido, e que o mesmo tinha sido produzido pelo grupo de trabalho do Partido Socialista”.

 

O grupo municipal do PSD entendeu, por isso, que “estas acusações são injustas e desleais, sendo incompreensível como o PS desfere um ataque a um funcionário que tem desempenhado as suas funções com responsabilidade, idoneidade e profissionalismo”.

 

Aos microfones da Rádio Vale do Minho, o Presidente da Comissão Política Concelhia do PSD, António Barbosa, lamenta “um PS que não apresenta soluções absolutamente para nada”.

 

 

 

 

 

O PSD Monção fala de uma Assembleia Municipal “histórica”. Congratula até os restantes membros socialistas daquele órgão “que tiveram a coragem de expressar a sua oposição ao comportamento do PS e do seu grupo de trabalho”.

 

 

 

 

 

 

Ouvido pela Rádio Vale do Minho, o vereador socialista Filipe Quintas desdramatizou o assunto. Considera até que é um “não assunto” e acusa o PSD de “mais uma tentativa mal intencionada e de muito ma fé em tentar passar uma ideia falsa sobre o PS”.

 

 

 

 

 

 

O voto de repúdio foi aprovado por unanimidade e Filipe Quintas considera que “nem poderia ser de outra forma”.

 

 

 

 

 

Em sintonia com o vereador socialista, o Presidente da Comissão Política Concelhia do PS Monção, Tiago de Lima, não se mostrou surpreendido com o resultado desta votação.

 

Aproveitou para lembrar que “António Barbosa não representa todos os votos dos monçanenses. Teve a maioria mas há uma parte de Monção que não representa”.

 

 

 

 

 

A Assembleia Municipal de Monção é constituída por 16 deputados pelo PSD e nove pelo PS.

 

[Fotografia: Arquivo/Rádio Vale do Minho]

Últimas