Menu

+

0

0

Vale do Minho

Mês de Agosto gerou movimento, mas insuficiente para aumentar volume de vendas

30 Setembro, 2010 - 16:07

218

0

A crise económica do país não tem facilitado o aumento do volume de vendas na região do Vale do Minho, onde nem o mês de Agosto, período de férias e turistas, foi suficiente.

O presidente da União Empresarial do Vale do Minho explica que houve procura e movimento, mas não o suficiente para fazer crescer a balança das vendas. Ainda assim, Joaquim Covas salienta que a situação não é desesperante e acrescenta que já houve períodos mais críticos.
O aumento da carga fiscal, a subida continuada do IVA e o menor poder de compra por parte dos contribuintes são as razões apontadas pela estrutura empresarial do Vale do Minho. Joaquim Covas realça que estas medidas têm suscitado a menor competitividade nos "mercados de fronteira".O responsável aconselha persistência e criatividade, para minimizar o impacto destas medidas, junto dos consumidores.
De acordo com a União Empresarial do Vale do Minho, nem o mês de Agosto terá contribuído para o aumento do volume de vendas na região. Joaquim Covas alerta para a falta de competitividade e aponta como solução maior persistência e criatividade.

Últimas