PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

1

1

Melgaço

Melgaço: Vem aí uma conferência sobre o rio Minho como “corredor verde transfronteiriço”

17 Julho, 2023 - 03:14

703

0

No Pavilhão das Termas.

A Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), em parceria com o AECT Rio Minho e a Deputación de Pontevedra, organiza no dia 28 de julho, sexta-feira, uma conferência intitulada “Rio Minho: O CORREDOR VERDE TRANSFRONTEIRIÇO”.

 

O evento, a acontecer na Fonte das Termas de Melgaço, a partir das 9h00, será centrado no rio Minho, nos projetos europeus aplicados, na avaliação dos ganhos desses projetos para a região e na avaliação do futuro e reunirá oradores de diferentes instituições de Portugal e da Galiza, que se debruçarão sobre estas temáticas.

 

A manhã será preenchida por dois painéis: um sob a temática “O CORREDOR VERDE: ANTECIPAR E PROPOR”, dedicado ao debate sobre a importância da colaboração transfronteiriça e da gestão dos recursos hídricos, por Miguel Santos, da FCUP – Faculdade de Ciências da Universidade do Porto / CIIMAR – Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (Universidade do Porto), e Sérgio Bruno Costa, da SIMBIENTE – Engenharia e Gestão Ambiental, Lda., respetivamente.

 

O outro painel vai debruçar-se sob a temática “O CORREDOR VERDE: CONHECER E VALORIZAR”, onde serão apresentados trabalhos realizados sobre os recursos naturais do rio Minho, a sua conservação, exploração e valorização, por Fernando Cobo, da Universidade de Santiago de Compostela, e Elvira Abollo, do Instituto de Investigaciones Marinas (IIM, CSIC).

 

Durante a tarde haverá um painel, sob a temática “O CORREDOR VERDE: DO PENSAMENTO LOCAL À ESTRATÉGIA”, onde Yorgos Stratoudakis, do IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera), vai debater o presente e o futuro da pesca no rio Minho, e Valerià Paül Carril, da Universidade de Santiago de Compostela, abordará a “Estratégia Rio Minho 2030”.

 

Este momento reunirá ainda a Associação de Profissionais da Pesca do Rio Minho e Mar, representada por Augusto Porto, e a Pesqueiras, Associação dos Pescadores do Rio Minho, representada por Venâncio Fernandes, havendo, no final, um momento de debate e conclusões a cargo de Carlos Antunes, do Aquamuseu do Rio Minho.

 

O evento termina com uma visita comentada nas pesqueiras do rio Minho, por Álvaro Campelo, do Centro de Investigação da Universidade Fernando Pessoa.

 

Esta conferência insere-se no projeto “VIVE Rio Minho”, cofinanciado pelo POCTEP, o qual, em termos genéricos, visa impulsar o território do rio Minho transfronteiriço como um destino de natureza sustentável.

 

 

[Fotografia: Ilustrativa/DR]

Tópicos:

#Rio Minho

Últimas