Menu

+

0

0

Melgaço

Melgaço vai inaugurar investimento superior a 2 milhões – Vem aí ministra

4 Janeiro, 2024 - 18:48

558

0

Indústria.

A Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, vai estar em Melgaço na próxima terça-feira, 9 de janeiro, para a inauguração da 1ª fase da Zona Empresarial de Alvaredo (ZEA).

 

O momento está marcado para as 9h30 (na ZEA). A manhã ficará ainda marcada pelo lançamento do projeto de conceção e execução da Área de Acolhimento Empresarial (AAE) de Nova Geração, a ter lugar na Quinta de Soalheiro.

 

O processo da ZEA remonta a 2013, aquando da revisão do PDM que definiu esta zona como área industrial, tendo Melgaço, em 2018, avançado com o projeto global da zona industrial e de execução da 1ª fase de obra em 2021 e que agora será inaugurada, estando os lotes em fase de atribuição.

 

O projeto abrange uma operação de loteamento com obras de urbanização e acesso à Zona Empresarial, com uma alocação de 35 263 m² para área destinada a cinco lotes, distribuindo-se as áreas de cedência por um lote destinado a equipamento coletivo com 1.685 m², espaços verdes de utilização coletiva com 9.712 m² e espaços verdes de enquadramento com 3 649 m².

 

Representa um investimento de 2.711.820,22 euros, cofinanciado pelo FEDER no montante de 1.500.000,00 euros, no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte, Norte2020.

 

Relativamente à 2ª fase da obra, anunciou o Município, está já finalizado o processo de Declaração de Utilidade Pública (DUP).
 

“Temos trabalhado por um Melgaço mais competitivo e mais dinâmico, com o propósito de o posicionar enquanto território empresarialmente atrativo no contexto Galiza-Norte de Portugal. Estamos certos de que todos os melgacenses sairão a ganhar, na medida em que a criação deste complexo criará riqueza e dinamismo para o território”, referiu o Presidente da Câmara de Melgaço, Manoel Batista.

 

 

Uma área de acolhimento empresarial de nova geração

A manhã desta terça-feira, ficará ainda marcada pelo lançamento do projeto de conceção e execução da Área de Acolhimento Empresarial (AAE) de Nova Geração.

 

O objetivo principal deste projeto, explica o Município, “é a requalificação da Zona Industrial de Penso (ZIP), através da criação de espaços de demonstração, posicionando Melgaço na linha da frente em termos de competitividade no acolhimento empresarial, alinhando-se com as novas agendas climáticas e digitais”.

 

Recorde-se que a candidatura para este projeto, ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), foi aprovada em janeiro de 2022, com um valor de cerca de 13 milhões de euros com o objetivo principal de dotar a ZIP e a ZEA de condições energéticas e tecnológicas de excelência.

 

 

Num total de 110 milhões de euros de Fundos do PRR para o país, foram selecionadas dez AAE a nível nacional, três das quais na NUTS II – NORTE, nomeadamente Melgaço.

 

Com este projeto, que beneficiará a Zona Empresarial de Alvaredo, Melgaço espera, até 2026, atingir os seguintes objetivos:

  • Reforçar a competitividade territorial e promover a atração e fixação de empresas no concelho, contribuindo para o aumento da empregabilidade;
  •  Facilitar o desenvolvimento mais equilibrado do tecido produtivo;
  • Otimizar as cadeias logísticas;
  • Promover o crescimento inteligente, sustentável e inclusivo, incluindo coesão económica, emprego, produtividade, competitividade, investigação, desenvolvimento e inovação;
  • Reforçar a coesão social e territorial;
  • Aumentar a resiliência económica, social e institucional, inclusive com vista ao aumento da capacidade de reação e preparação para crises;
  • Afirmar políticas para a próxima geração, crianças e jovens, incluindo educação e competências.

 

 

[Fotografia: Arquivo/Município Melgaço]

Últimas