PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Caminha

Futuro do CAT de Seixas decidido hoje

11 Fevereiro, 2010 - 15:00

101

0

Hoje pode ser um dia decisivo para o futuro do CAT de Caminha. Responsáveis reúnem com secretária de Estado da Segurança Social. Ampliação das instalaçõs pode ser a solução mais viável, com recurso a uma candidatura ao PRODER.

Hoje pode sr um dia decisivo para o futuro do Centro de Acolhimento Temporário de Jovens e Crianças em Risco, em Seixas, no concelho de Caminha. A secretária de Estado recebe esta tarde dirigentes da autarquia caminhense, da Comunidade Intermunicpal Minho-Lima e da APPACDM. Em cima da mesa vai estar a possibilidade de viabilização da estrutura que pode encerrar portas já este mês. O presidente da CIM já fez saber que está a acompanhar de perto todo o processo. Rui Solheiro acredita que "a solução passa pela ampliação das instalações, intenção que pode ser alvo de uma candidatura ao PRODER, sendo que a Câmara de Caminha assume também uma parte no que respeita ao financiamento nacional, mas para isso é preciso que que o Ministério da Segurança Social esteja de acordo em alargar o protocolo que tem com a APPACDM, em passar para 20 utentes, para assim se poder avançar com a candidatura". Se a proposta for aceite pelo Governo, "não é de imediato implementado, é preciso projectos, candidaturas, obras, mas pode-se a curto prazo ter a aspiração de recuperar o CAT". A continuidade do CAT Benjamim de Seixas é fundamental para o distrito de Viana do Castelo que regista um défice na resposta ao acolhimento de menores em risco. Para 911 casos, apenas dispõe de aproximadamente 400 lugares. O futuro da estrutura pode ficar hoje decidido na reunião com a secretária de Estado da Segurança Social, em Lisboa.

Últimas