PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Vale do Minho

Elaboração do plano de transportes transfronteiriço em discussão nesta segunda

24 Fevereiro, 2010 - 12:33

89

0

Decorreu nesta segunda-feira, em Valença, a apresentação da proposta de elaboração do plano de transportes do Vale do Minho transfronteiriço, um dos maiores projectos em curso da Uniminho e que reuniu, pela primeira vez, a comissão de acompanhamento do plano. Rui Solheiro fala numa fase de recolha de informação, para a prossecussão do projecto transfronteiriço.

Decorreu nesta segunda-feira, em Valença, a apresentação da proposta de elaboração do plano de transportes do Vale do Minho transfronteiriço, um dos maiores projectos em curso da Uniminho e que reuniu, pela primeira vez, a comissão de acompanhamento do plano. Rui Solheiro fala numa fase de recolha de informação, para a prossecussão do estudo do projecto transfronteiriço: "Foi uma reunião onde a empresa que ganhou o concurso para a elaboração do estudo fez a apresentação, principalmente, da forma como vai elaborar todo o trabalho; fez-se apenas o levantamento da situação, em termos de transportes deste troço à volta do Rio Minho internacional, das margens e o levantamento, também, em termos de fluxos de transportes dos dois lados […] foi, essencialmente, para dar a conhecer o método a utilizar para a elaboração do estudo".
O presidente da Uniminho e da Comunidade Intermunicipal Minho-Lima explicou que o projecto se encontra numa fase inicial de estudo e que serão realizadas várias acções para a recolha de informação necessária. "A partir de agora, vão-se ouvir todos os municípios envolvidos neste processo; serão ouvidos, também, os profissionais dos transportes e as empresas transportadoras, os agentes económicos; serão feitas nas cinco pontes internacioais inquéritos aos actuais utilizadores das pontes, ou seja, ouvir os potenciais destinatários do plano sobre as necessidades que têm, as razões porque se deslocam , se [razões] profissionais, turísticas, a regularidade com que o fazem…há todo um conjunto de recolher informação também junto das entidades oficiais, para que, a curto prazo, começem a aparecer as primeiras propostas e se avance até ao estudo final, que tem um prazo de conclusão de dez meses", explica o responsável.
Nesta que foi a primeira reunião da comissão de acompanhamento da elaboração do plano de transportes do Vale do Minho transfronteiriço estiveram presentes entidades portuguesas e galegas, nomeadamente os 21 municípios do Vale do Minho transfronteiriço, representantes da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), a Xunta de Galicia, a Comunidade de Trabalho Galiza Norte de Portugal, a Comunidade Intermunicipal do Minho-Lima, a Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Pesados e Passageiros, a Transgar – Federación Galega de Asociacions de Transporte de Viaxeiros en Autocar e as Universidades de Porto e Vigo.
Recorde-se que o plano de transportes do Vale do Minho transfronteiriço pretende potenciar a rede de autocarros, ampliando e reforçando as já existentes, bem como criar redes de transportes entre as zonas rurais e núcleos principais. A ideia é também proporcionar informação completa aos utentes dos dois lados das fronteira.

Últimas