Menu

+

0

0

Alto Minho

Dois bombeiros dispensados devido a novas regras de transporte de doentes

29 Março, 2011 - 08:24

148

0

Por causa da nova legislação para o transporte de doentes não urgentes, que entraram em vigor há três meses, o presidente da Federação Distrital dos Bombeiros Voluntários confirma a dispensa de dois homens durante o mês de Janeiro.

Por causa da nova legislação para o transporte de doentes não urgentes, que entraram em vigor há três meses, o presidente da Federação Distrital dos Bombeiros Voluntários confirma a dispensa de dois homens durante o mês de Janeiro. Luís Brandão Coelho explica que, devido à redução significativa no número de serviços de ambulatório na ordem dos 30 por cento e, consequentemente, no volume de facturação, uma corporação decidiu não renovar o contrato e uma outra optou por não substituir um efectivo com pedido de reforma.

No entanto, e para o mês de Fevereiro, Brandão Coelho prevê uma estabilização dos efeitos deste novo despacho nos postos de trabalho das corporações do Alto Minho.

O presidente da Federação Distrital dos Bombeiros acredita que a polémica em torno das novas regras de transporte de doentes pode ficar resolvida em definitivo, na próxima quinta-feira, após reunião entre o Ministério da Saúde e a Liga dos Bombeiros Portugueses, ao clarificar o regulamento no que diz respeito a transporte de doentes e transporte de utentes.

Dois bombeiros do Alto Minho foram dispensados devido a novas regras de transporte de doentes. No país, já se contabilizam mais de uma centena. Liga dos Bombeiros e Ministério da Saúde ultimam alterações para evitar

Últimas