PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

6

7

Galiza

Combustíveis: É a loucura! – Desconto de 20 cêntimos abre um ‘fosso’ no rio Minho (veja a poupança)

5 Abril, 2022 - 00:01

25094

10

Gasóleo e gasolina a preço de ‘saldo’ deixam postos de combustível à pinha… todo o dia.

São 20 cêntimos para baixo, por cada litro. Os preços dos combustíveis do lado de lá do Rio Minho, só por si, já eram inferiores aos praticados em Portugal. No entanto, desde o passado dia 1 de abril que as várias marcas estão a realizar – em toda a Espanha – aquele desconto. Os saldos estão a gerar a loucura entre os portugueses.

 

A Rádio Vale do Minho foi durante a tarde desta segunda-feira abastecer a Tui para perceber como tudo realmente funciona. 

 

 

Os famosos chicos-espertos das filas

À chegada à Repsol de Tui, a fila já era expectável. Paramos imediatamente antes do cruzamento, dado que na outra margem da estrada não havia espaço suficiente para avançar sem estorvar a faixa de rodagem. 

 

A fila avançou. E mal sobrou espaço para um automóvel do lado de lá, eis que surge da esquerda um espertalhão [matrícula espanhola] que, com a maior das latas, passa à nossa frente e das muitas outras viaturas atrás. Imenso buzinão na resposta à proeza. A coisa ficou por ali.

 

No placard luminoso conseguíamos já ver os preços: o gasóleo estava a 1,829 euros o litro. A gasolina 95 marcava 1,799 euros o litro. Fazíamos intenção de gastar 50 euros em gasóleo.

 

 

Existe uma lista

Encostamos à bomba e o funcionário começou a abastecer a nossa viatura. Os números avançavam até que chegou aos 50 euros. O visor dos litros marcava: 27,3. Condizia exatamente com os 1,829 euros por litro. 

 

 

Abastecemos 50 euros de gasóleo, e correspondeu aos esperados 27,3 litros

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

O funcionário fechou o depósito e depois consultou uma lista ali afixada. E lá estavam elas: as quantias a devolver ao cliente, conforme o combustível e o dinheiro gasto. 

 

“Vamos a ver… 50 euros… tenho de dar-lhe seis euros e 83 cêntimos”, disse. E deu, como se de um troco se tratasse.

 

 

Tabela de devoluções afixadas em ambos os lados de cada bomba no posto da Repsol de Tui

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

Ora, matematicamente falando, colocamos 50 euros de gasóleo que – com este desconto – ficou-nos a 1,58 euros o litro. Deu para sorrir.

 

Vamos lá encher o depósito de 60 litros

Recorrendo ao nosso padrão do depósito de 60 litros, atestá-lo com gasóleo em Tui iria custar-nos 109,74 euros. No entanto, recorrendo à tabela afixada vemos que teríamos um desconto de (pelo menos) 13,67 euros. Pagaríamos, portanto, 96,07 euros.

 

No que diz respeito à gasolina, encher o nosso tanque nesta localidade galega iria custar-nos 107,94 euros. Recorrendo uma vez mais à tabela afixada, vemos que – na coluna da gasolina 95 – teríamos um desconto de (pelo menos) 13,90 euros. Do nosso bolso sairiam (apenas) 94,04 euros.

 

 

Um fosso entre Portugal e Espanha

Passando por Portugal, olhamos uma vez mais para a tabela da Galp próxima à ponte centenária.  O preço do gasóleo baixou… e está agora a 1,989 euros o litro. A gasolina 95 vende-se a 2,024 euros o litro.

 

Ou seja, se atestarmos o depósito com gasolina isso vai custar-nos 121,44 euros. Caso seja gasóleo, o total será de 119,34.

 

 

E agora… é só fazer contas

Em Portugal, encher o tanque de gasóleo custaria 119,34 euros. Metros mais à frente fazemos o mesmo por 96,07 euros. Uma poupança de 23,27 euros.

 

Na gasolina 95, encher o tanque por cá custaria 121,44 euros. Se atravessarmos a ponte, subimos o ponteiro ao máximo por 94,04 euros. Uma poupança de 27,40 euros.

 

 

Vai até 30 de junho (pelo menos)

As estações de serviço em Espanha estão a aplicar desde sexta-feira este desconto de 20 cêntimos por litro de combustível aos clientes.

 

O objetivo é conter o aumento dos preços da energia e atenuar o impacto nos bolsos dos consumidores e das empresas, depois das subidas registadas nos valores dos combustíveis e da energia desde o início da guerra na Ucrânia.

 

O desconto está em vigor em todas as 11.650 estações de serviço de todo o país até, pelo menos, 30 de junho.

 

 

[Fotografias capa: Rádio Vale do Minho]

Últimas