PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Caminha

Caminha: Vêm aí quatro caminhadas pelo Alto Minho e pela Galiza – Veja o PROGRAMA

4 Outubro, 2022 - 17:08

1153

0

Andainas.

O ano de 2022 foi o tempo de retomar um projeto que une as duas margens do rio Minho: as “Andainas”/Caminhadas regressaram em abril, depois da interrupção ditada pela pandemia. Foram quatro as propostas da edição primavera / verão e agora há mais quatro, preparadas para o outono, e que começam já no sábado, dia 8 de outubro.

 

As inscrições estão abertas e os quatro percursos foram apresentados esta terça-feira, pelos presidentes das câmaras de A Guarda e Caminha, em sessão na biblioteca Municipal de Caminha.

 

Duas das propostas desenvolvem-se no território do Alto Minho e outras duas na Galiza. António Lomba, Presidente da Câmara de A Guarda e Rui Lages, Presidente da Câmara de Caminha, fizeram um balanço muito positivo desta saudável iniciativa, que é sobretudo sinónimo de uma relação de boa vizinhança e proximidade entre ambas as câmaras e povos das duas margens do rio Minho.

 

Rui Lages apelou à participação, sublinhando que esta prática saudável é ao mesmo tempo uma forma de divulgar o território, o património natural e edificado, costumes, gastronomia, tradições e incentivar a própria economia local.

 

Na mesma linha, António Lomba, ele próprio entusiasta destas caminhadas e praticante assíduo, destacou a alegria e as relações de amizade que também se estabelecem entre as pessoas que participam.

 

As “Andainas” são uma iniciativa conjunta dos municípios de A Guarda e Caminha, de inventivo à união e intercâmbio entre os povos das duas margens do rio Minho, e de promoção da riqueza histórica, cultural, paisagística, ambiental, económica, etnográfica e humana da Galiza e do Alto Minho.

 

As Andainas de outono incluem quatro percursos, a realizar entre 8 de outubro e 5 de novembro, que passam por A Lama e Covelo, em Pontevedra, Vale do rio Âncora e Litoral Norte entre Viana do Castelo e Caminha.

 

O custo de inscrição é de 10 euros por participante, e inclui transporte e seguro. Os interessados podem inscrever-se AQUI [clique para abrir]

Quatro caminhadas

 

8 de outubro

Ruta ao Portalén: a porta do máis Aló (A Lama) – Pontevedra Esta rota desenvolve-se pela serra do Cando, a “montanha mágica do Seixo”. A serra conta com múltiplos recursos de elevado valor ecológico e imaterial, numa fusão entre a natureza e lendas que vai surpreender os participantes.

 

O acesso faz-se através de um trilho florestal até à “Porta do Alén”. Nesta zona também encontraremos o “wind frame” ou a capela de Santa Mariña, e caminhando ao longo do trilho, chegaremos a um belo miradouro que, dependendo do dia, poderá permitir observar os três estuários (Vigo, Pontevedra e Arousa).

 

Este é um percurso bastante completo, de dificuldade média-alta, com bastante desnível, mas que vai satisfazer a curiosidade dos caminhantes.

 

Distância: 11,7 km
Tipo: Rota linear
Grau de dificuldade: médio-alto
Desnível: 262 metros positivos
Duração: 5 horas
Ponto de partida: A Barcia (A Lama)
Âmbito do percurso: paisagem / imaterial

 

22 de outubro

Trilho do Rio Âncora – Caminha

 

Com início em de São Lourenço da Montaria, aldeia situada na base do maciço rochoso da Serra d’Arga, no concelho de Viana do Castelo, o percurso percorrerá o vale do rio Âncora, até à freguesia de Riba de Âncora, no concelho de Caminha.

 

Por entre ribeiras, cascatas, moinhos de água e pontes, será possível apreciar áreas do Sítio de Interesse Comunitário “Serra de Arga”, que incluem habitats naturais e seminaturais, com espécies da fauna e da flora de conservação prioritária, bem como conhecer o valioso património cultural de núcleos rurais típicos do Vale do Âncora, como Amonde, Orbacém e Gondar.

 

Tipo de percurso: pequena rota, linear
Âmbito do percurso: ecológico / paisagístico
Ponto de partida: São Lourenço da Montaria (Serra d'arga) – Viana do Castelo
Ponto de chegada: Riba de Âncora – Caminha
Distância percorrida: 15 km
Duração do percurso: 5,5 h
Grau de dificuldade: médio / moderado

 

5 de novembro

Ruta dos Carranos – Covelo – Pontevedra

 

Rota que se desenvolve entre o rio e os bosques, de alto valor ecológico. O percurso serpenteia os bosues bem conservados, com árvores de espécies autóctones das ribeiras do río Tea.

 

A rota parte da Praia de Maceira e começa pelo “serradoiro dos Carranos”, um dos dois melhor preservados da Galiza. Continua por entre árvores e outra vegetação, num trajeto que nos levará até Fofe, uma vila conhecida pelo seu património, designadamente uma ponte de pedra com valor arquitetónico incalculável.

 

Trata-se de um percurso curto mas de dificuldade média, devido ao facto de ter alguns desníveis.

 

Distancia: 7,2 km
Tipo: Ruta circular
Grau de dificulade: medio-alto
Desnível: 253 metros positivos
Duração: 3h30
Ponto de partida: Camping de Maceira

 

Âmbito: ecológico / etnográfico

 

 

19 de novembro

Trilho do Litoral Norte – Viana do Castelo / Caminha

 

Pela orla costeira, desde Viana do Castelo até Vila Praia de Âncora, os participantes percorrerão a Ecovia do Litoral Norte, com praias, geossítios, campos agrícolas, Fortes e moinhos de vento.

 

Permitirá conhecer alguns dos monumentos naturais do Geoparque do Litoral de Viana do Castelo, subir ao alto da colina de Montedor, para apreciar o seu farol, ou contemplar o Oceano Atlântico no Forte do Cão, em Âncora, serão algumas das experiências que ficarão na memória.

 

Tipo de percurso: pequena rota, linear
Âmbito do percurso: ecológico / paisagístico
Ponto de partida: Viana do Castelo
Ponto de chegada: Vila Praia de Âncora – Caminha
Distância percorrida: 16 km
Duração do percurso: 5,0 horas
Grau de dificuldade: fácil

Últimas