PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Caminha

Caminha: Cancelado espetáculo solidário a favor do jovem Martin

27 Novembro, 2021 - 08:19

1229

0

Organização garante que será anunciada nova data.

Foi cancelado o espetáculo solidário a favor do jovem Martin que iria ter lugar no Pavilhão Fernando Lima, em Caminha, no próximo dia 3 de dezembro. Em comunicado enviado à Rádio Vale do Minho, a organização explica que esta decisão se prende com o “anúncio do Governo de a partir de 1 de Dezembro Portugal estar em vigor o estado de calamidade e como consequência novas medidas para eventos ao vivo”.

 

Na mesma nota, a organização garante que irá oportunamente anunciar nova data para este espetáculo que contava com as atuações de vários nomes conhecidos do panorama musical nacional.  Entre eles os Sons do Minho, Leandro, Ensemble Risoluto, Paulo Baixinho, Pauta dos Caprichos (grupo infanto-juvenil de Vila Nova de Cerveira), e os Non Talkers.

 

“Não pode estar em causa a segurança do público nem tão pouco de todos os artistas intervenientes e, como tal não tivemos nenhuma dúvida em adiar este evento para uma data a anunciar futuramente. Todas as pessoas que já tinham adquirido o seu bilhete vão ter a oportunidade de colaborar com a causa e assistir a um espectáculo bonito e em segurança numa data ainda a determinar”, lê-se.

 

“Todas as pessoas que já adquiriram o seu bilhete poderão deslocar-se ao posto onde efectuaram a sua compra com o objectivo de serem ressarcidos ou, por outro lado, ficar com o bilhete e aguardar a nova data do espectáculo”, refere ainda a organização.

 

Recorde-se que o pequeno Martin, natural de Caminha mas também com família em Valença, foi vítima de um violento acidente em dezembro do ano passado. Seguia no banco de trás de um automóvel conduzido pela mãe de um amigo. No mesmo veículo seguia também o amigo.

 

Faltavam poucos minutos para as 15h00 quando tudo aconteceu. Numa passagem de nível com guarda, em Caminha, a viatura foi colhida violentamente por um comboio. A condutora e o filho saíram ilesos. No entanto, Martin seguiu em estado muito grave para o hospital.

 

Dez meses depois desse dia fatídico, Martin encontra-se ainda hospitalizado. De acordo com a edição em papel do Jornal de Notícias do passado dia 23 de setembro, a criança está traqueostomizada. É alimentada por botão gástrico e tem tetraparesia. Não anda e está ventilado 24 horas por dia.

 

 

[Fotografia: DR]

Últimas