PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Paredes de Coura

Autarquia avança com aumento do preço da água, de 28 para 42 cêntimos m3

21 Abril, 2011 - 10:14

284

0

Com um saldo negativo em 2010 superior a 360 mil euros na factura de exploração do serviço de águas e saneamento básico, a autarquia de Paredes de Coura acaba de aprovar, em reunião de Câmara, o aumento do preço da água no concelho.

Com um saldo negativo em 2010 superior a 360 mil euros na factura de exploração do serviço de águas e saneamento básico, a autarquia de Paredes de Coura acaba de aprovar, em reunião de Câmara, o aumento do preço da água no concelho.
A nova tabela de preços pretende aproximar o preço de venda ao preço de custo para o executivo, conforme exige a legislação. Em termos práticos, o valor do consumo da água no primeiro escalão passa dos 28 cêntimos o m3 para 42 cêntimos. Quanto às aguas residuais, o aumento triplica, fixando-se nos 40 cêntimos, muito além dos 10 cêntimos.
Realçando tratar-se de "aumentos significativos", o vice-presidente, Manuel Monteiro, explicou à RVM que esta medida é "urgente", dada a actual conjuntura económico-financeira e os cortes nas transferências de verbas do Estado para as autarquias. Manuel Monteiro realça que os courenses estavam a pagar "muito pouco" na factura da àgua, e que a Câmara já não consegue suportar os valores até aqui praticados.

No entanto, Manuel Monteiro explica que a actualização do valor na factura da água acautela os agregados familiares mais carenciados e idosos, que terão uma redução no preço final.

A alteração dos preços da àgua aos consumidores courenses já se vão fazer sentir na factura de Abril. Mediante a crise que o país atravessa, a Cãmaar Municpal de Paredes de Coura começa a "apertar o cinto", e avança com o aumento do preço da àgua, de forma a aproximar-se do que a legislação exige, a equivalência entre o preço de venda e o de custo para autarquia.
Até aqui, o m3 de água custava aos courenses 28 cêntimos, enquanto o executivo o adquiria à empresa Águas do Noroeste a 49, suportando assim indescriminadamente 21 cêntimos. Com esta actualização para 42 cêntimos, a Câmara liderada pelo socialista Pereira Júnior continua a financiar 7 cêntimos o m2. Quanto ao saneamento, a factura vai ser mais pesada, passando de 10 para 40 cêntimos o m3, mesmo assim o executivo municipal ainda suporta 20 cêntimos.
Depois de alertados todos os presidentes de junta, a Câmara Municipal de Paredes de Coura vai ser informar os munícipes. A medida entra já em vigor.

Últimas