PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Arcos de Valdevez

Arcos quer mais efetivos da GNR no concelho

19 Julho, 2023 - 12:05

540

0

Segurança.

O Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Esteves, solicitou ao Ministro da Administração Interna, Luís Carneiro, o reforço dos efetivos da GNR no concelho, considerando a sua relevância para as pessoas que vivem, trabalham, investem e visitam Arcos de Valdevez.

 

O pedido foi feito durante a cerimónia de inauguração do novo Hangar do Centro de Meios Aéreos de Tabaçô.

 

O autarca solicitou ainda ao governante o reforço dos apoios financeiros para melhorar instalações, equipamentos e viaturas para os Bombeiros Voluntários e outros parceiros; a intervenção do Ministério para melhorar a articulação entre o Ministério do Ambiente e Ação Climática e o Ministério da Agricultura e da Alimentação, nomeadamente ao nível das queimadas para renovação de pastagens, da remoção do obstáculo burocrático que impede a criação da equipas de sapadores florestais “tão importantes no trabalho essencial da prevenção”, bem como a resolução de aprovação dos Planos Regionais para aprovação dos PMDFCI.

 

Recorde-se que o novo hangar é um investimento no valor de cerca de 1 milhão de euros.

 

Vai permitir operar dois helicópteros e contribuir para fortalecer a eficácia no combate inicial a incêndios florestais nos distritos de Viana do Castelo, Braga e Vila Real e em toda a área do Parque Nacional Peneda-Gerês (PNPG).

 

O raio de ação das aeronaves ali sedeadas permite também dar cobertura ao território da Galiza.

 

Esta intervenção foi composta por duas construções; uma afeta à área técnica onde se localizará todo o equipamento e maquinaria essencial ao seu funcionamento, nomeadamente o grupo gerador e outros; e outra construção onde está localizada a zona do hangar para oficina e estacionamento de aeronaves e reparações das mesmas.

 

Esta empreitada, é uma ação da candidatura “0760_INTERLUMES_6_E", cofinanciada pelo INTERREG V A Espanha Portugal (POCTEP), PORTUGAL2020, e com um Investimento Elegível de 630.000 mil euros e Comparticipação Comunitária de 472.500 euros.

 

 

[Fotografia: Ilustrativa/DR]

Tópicos:

#Segurança

Últimas