PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Alto Minho

Alto Minho (e tudo à volta) passa a fazer parte de país ‘imaginário’ – Galhofa total na internet

2 Novembro, 2022 - 23:08

935

0

Piada de internauta francês viraliza e ‘saca’ gargalhada mundial.

Chama-se Listenbourg e nasceu no Twitter, há cerca de três dias, depois de uma publicação de um conhecido internauta francês, conhecido como Gaspardo.

 

No passado dia 30 de outubro, divulgou na sua página na rede social um mapa onde aparece um novo território na Península Ibérica e onde se lê: “Tenho a certeza que os americanos não sabem o nome deste país”, escreveu o internauta debruçando-se sobre a fama que os norte-americanos têm de pouco conhecerem a geografia mundial.

 

O novo país, para além de um vasto território no oceano Atlântico, abrange toda a Galiza, o Alto e Baixo Minho e percorre todo o litoral português até ao centro. 

 

 

 

 

 

No entanto, a publicação começou a tomar proporções bíblicas. Milhares de internautas aderiram à brincadeira e começaram a multiplicar-se pequenos negócios associados ao novo “país”, páginas governamentais e até um convite para os Jogos Olímpicos em Paris 2024.

 

No Twitter, a página do Governo de Listenbourg já conta com mais de 30 mil seguidores. Foram até criados serviços para a população de Listenbourg, nomeadamente uma página de entrega de comida, a Deliveroo Listenbourg, e a da cadeia de fast food, McDonald’s Listenbourg.

 

 

 

 

 

E também já há um passaporte, lançado pelo “Ministério do Interior” que, na rede social, se mostrou disponível a tratar de todos os “procedimentos administrativos relacionados com documentos de identidade e vistos”. E até já há hino oficial.

 

 

 

 

A risota não pára e até a organização dos Jogos Olímpicos quis entrar na brincadeira. Já lançou mesmo o convite ao país imaginário a participar na próxima edição do evento desportivo, que acontece em Paris, em 2024.

 

 

 

 

 

Segundo a SIC Notícias, Listenbourg não é o primeiro caso de países imaginários criados na Europa. Por exemplo, existe a Molvânia, um país fictício com origem na história de um livro que parodia guias de viagens.

 

 

[Fotografia: Twitter Gaspardo]

Últimas