PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Monção

A Foda é uma Maravilha! – Gloriosa noite aconteceu há cinco anos [VÍDEO e FOTOS]

16 Setembro, 2023 - 00:00

2906

0

Em 2018, Monção venceu o concurso 7 Maravilhas de Portugal à Mesa.

Eram exatamente 23h03 em Portugal Continental do dia 16 de setembro de 2018.

 

Em Lisboa, na Altice Arena, os U2 davam um concerto. Em Albufeira, no Algarve, Monção entoava uma das melhores sinfonias de sempre.

 

“Mesa de Monção!”, exclamaram os apresentadores Catarina Furtado e José Carlos Malato.

 

A candidatura monçanense, da qual fez parte o afamado Cordeiro à Moda de Monção [popularmente conhecido por Foda à Monção], era elevada a uma entre as 7 Maravilhas de Portugal à Mesa.

 

Uma enorme explosão de alegria contagiou a cerca de meia centena de apoiantes da Mesa monçanense que marcaram presença no evento.

 

Ao mesmo tempo, a euforia tomou conta da vila e das várias centenas de apoiantes que assistiram ao momento em direto a partir do ecrã gigante montado na Praça Deu-la-Deu em pleno centro histórico.

 

 

 

[Fotografia: DR/Via FB Mesa de Monção – Cordeiro à Moda de Monção]

 

 

[Fotografia: DR/Via FB Mesa de Monção – Cordeiro à Moda de Monção]

 

 

 

 

Barbosa: “Foi o início da transformação”

Volvidos cinco anos, o Presidente da Câmara vê esse momento como “um início da transformação” que tem vindo a observar-se em Monção desde 2017, ano em que António Barbosa foi eleito.

 

“Mas este momento transformador não foi só pelo prémio e por tudo o que trouxe em termos de restauração e de hotelaria. Foi o facto de termos conseguido trazer o espírito monçanense à tona! Aquele bairrismo que hoje está cada vez mais firme e que é esse que efetivamente transforma o território”, disse o autarca à Rádio Vale do Minho.

 

Durante meses, eliminatória após eliminatória, Monção batalhou.

 

Dezenas de pessoas, lideradas por António Barbosa, percorreram as freguesias não só a apelar ao voto na Mesa de Monção como também a explicar porque é que a vitória naquela competição poderia tornar-se importante para a economia do concelho.

 

 

 

 

[Fotografia: DR/Via FB Mesa de Monção – Cordeiro à Moda de Monção]

 

 

 

[Fotografia: DR/Via FB Mesa de Monção – Cordeiro à Moda de Monção]

 

 

Era um dos primeiros momentos de “reviravolta” com um acordar de um bairrismo que, segundo o Presidente da Câmara, se encontrava “adormecido”.

 

 

 

Mas a Mesa de Monção não era só o cordeiro…

É incontestável que a Foda foi a grande estrela desta vitória, mas a Mesa de Monção – para além do cordeiro – integrou outros elementos que certamente ajudaram a esta vitória nomeadamente a Feira do Alvarinho e o Palácio da Brejoeira.

 

“Olhando para esta vitória e para o que aconteceu nos anos seguintes, entendemos que estava já ali aquilo que hoje é o nosso território. A Mesa de Monção era um prelúdio do que iria acontecer nos anos seguintes”, considera António Barbosa com um sorriso.

 

E aconteceu mesmo. O Palácio da Brejoeira tornou-se ainda mais uma referência na visitação e a Feira do Alvarinho alcançou patamares nunca antes atingidos. Não só em quantidade como em qualidade.

 

“Como tudo na vida, é quase como um karma. Há coisas que estão destinadas a acontecer”, avaliou com uma gargalhada.

 

 

 

 

[Fotografia: DR/Via FB Mesa de Monção – Cordeiro à Moda de Monção]

 

 

 

Presidente das 7 Maravilhas deve vir a Monção nos próximos dias

Recorde-se que, nesta altura, Monção já conta com um trio de setes. Ou seja, três maravilhas: o Caldo Verde (2011), a Mesa de Monção (2018) e as Roscas de Monção (2019).

 

Vale referir que o Caldo Verde, elevado a uma das 7 Maravilhas da Gastronomia tratou-se de uma candidatura conjunta dos seis Municípios do Vale do Minho, liderada pela ADRIMINHO (Associação de Desenvolvimento Rural Integrado do Vale do Minho).

 

Só que António Barbosa quer mais. Admitiu mesmo que tem saudades desses momentos e conta transmitir isso muito em breve ao Presidente das 7 Maravilhas, Luís Segadães.

 

“Ele tem um grupo de gente amiga que faz questão de vir nos próximos dias a Monção para provar o cordeiro”, revelou.

 

“É importante que esse concurso volte. Trouxe muitas coisas boas ao País, particularmente a Monção”, sublinhou Barbosa que, embalado nas memórias, confessou que um dos momentos mais eufóricos desta edição foi… a semifinal realizada também no Algarve, mas na cidade de Lagoa.

 

“São momentos que não se explicam! Deixaram até as claques subir ao palco! Todos a cantarmos o Hino de Monção… São momentos indescritíveis”, disse.

 

 

 

 

 

 

Para além das saudades, Barbosa considera que este concurso “foi um serviço público que a RTP fez com muita qualidade. Recupera o bairrismo das terras ao mais alto nível e acaba depois por ser um fio condutor do que muitas vezes acontece a seguir nesses territórios”.

 

 

 

 

[Fotografia: DR/Via FB Mesa de Monção – Cordeiro à Moda de Monção]

 

 

 

O senhor Feira da Foda que chegou a vereador

Nessa inesquecível noite de 16 de setembro, Agostinho Correia era Grão-Mestre da recém-criada Confraria da Foda.

 

No ano anterior, surpreendeu o concelho e o País inteiro com a inédita Feira da Foda.

 

Atualmente, Agostinho Correia é vereador na Câmara Municipal de Monção. Sorridente, e em sintonia com António Barbosa, afirma que essa vitória foi decisiva para este emblemático prato de Monção.

 

“Foi uma noite maravilhosa… e a partir daí tudo mudou. Nestes cinco anos, e mesmo com a pandemia, notou-se claramente o impacto que esta elevação teve na economia local”, disse Agostinho Correia à Rádio Vale do Minho.

 

 

 

[Fotografia: DR/Via FB Mesa de Monção – Cordeiro à Moda de Monção]

 

 

 

Tudo no timing certo

Em 2017, conforme foi referido, a Junta de Freguesia de Pias, em Monção, andou nas bocas do País inteiro com a inédita Feira da Foda. O Presidente desta Junta nessa altura era (nem mais!) Agostinho Correia.

 

Incansável, percorreu o País a anunciar o evento. Só que não foi fácil.

 

“Para lá do Porto, era complicado. As pessoas ficavam com ar de gozo ou então simplesmente perguntavam com expressão escandalizada o que era aquilo”, recordou. “Depois regressávamos um pouco tristes”, admitiu.

 

 

 

 

[Fonte: Correio do Porto Março 2017]

 

 

 

Mas Agostinho Correia continuou a acreditar. Nesse mesmo ano, recorde-se, aconteceram mudanças políticas em Monção. António Barbosa foi eleito Presidente da Câmara.

 

“Foi muito importante termos já na altura o Presidente da Câmara que ainda hoje temos. António Barbosa foi o impulsionador da aposta neste prato e levá-lo ao concurso das 7 Maravilhas de Portugal à Mesa, destacou Agostinho Correia.

 

Consequência disso, recorda, é que “a edição de 2019 da Feira da Foda foi uma loucura. Passou para o dobro de visitantes!”

 

 

 

[Fotografia: Arquivo/Rádio Vale do Minho]

 

 

 

Evaristo Cardoso foi “crucial” para esta vitória

Outro dos nomes incontornáveis e responsáveis por esta vitória é o de Evaristo Cardoso, falecido no passado mês de dezembro.

 

Apadrinhou esta candidatura vitoriosa e isso valeu-lhe o título de Padrinho da Foda.

 

“Verdadeiro embaixador de Monção, é de louvar o amor que, com orgulho, e durante toda a sua vida, demonstrou à nossa terra. Um ser humano com uma enorme humildade e carisma, que viveu para nos servir”, disse o Presidente da Câmara, António Barbosa.

 

 

 

[Fotografia: DR/Via FB Mesa de Monção – Cordeiro à Moda de Monção]

 

 

 

[Fotografia: DR/Via FB Mesa de Monção – Cordeiro à Moda de Monção]

 

 

 

Em concordância, Agostinho Correia considera que foi “um padrinho abençoado” cujo principal legado foi que “quando colocamos amor nas coisas, conseguimos sempre bons resultados”.

 

Cidadão de mérito do Município de Monção, desde 2004, em fevereiro de 2022, por ocasião do seu 80º aniversário, Evaristo Cardoso foi distinguido com a Comenda da Ordem de Mérito Empresarial, atribuída pelo Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa.

 

Ao longo da sua extensa carreira, Evaristo Cardoso colecionou várias distinções que atestam a qualidade do Restaurante Solar dos Presuntos. Aberto no ano da revolução, 30 de outubro de 1974, ganhou, com o passar do tempo, grande notoriedade e prestígio universal.

 

Faleceu aos 80 anos de idade.

 

 

 

 

[Fotografia: DR/Via FB Mesa de Monção – Cordeiro à Moda de Monção]

 

 

 

Monção foi a única mesa do Minho na final

Juntamente com Monção, foram também eleitas como Maravilhas à Mesa as mesas de Lages do Pico, Vila Real, Terras de Chanfana, Albufeira, Bairrada ao Mondego e Mirandela.

 

Terminava assim de forma brilhante esta caminhada da candidatura monçanense que, entre as 182 mesas iniciais, passou a estar no conjunto das 49 pré-finalistas tendo sido a única mesa do Alto Minho a conseguir a proeza.

 

Durante as galas das semi-finais, Monção viu a Mesa de Braga ficar pelo caminho e tornou-se na única mesa da região minhota presente na final.

 

 

 

[Fotografias capa: DR/Via FB Mesa de Monção – Cordeiro à Moda de Monção]

Últimas