PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

0

0

Destaques
Viana do Castelo

Viana: Central eólica já produziu eletricidade suficiente para abastecer 60 mil famílias num ano

24 Agosto, 2021 - 17:03

71

0

PUB A primeira central eólica marítima (offshore) em Portugal já produziu eletricidade suficiente para abastecer 60 mil famílias durante um ano, o que seria suficiente para quase abastecer, em separado, Santarém, […]

PUB

A primeira central eólica marítima (offshore) em Portugal já produziu eletricidade suficiente para abastecer 60 mil famílias durante um ano, o que seria suficiente para quase abastecer, em separado, Santarém, Palmela, Figueira da Foz ou a vizinha Póvoa de Varzim. Os dados foram avançados esta terça-feira pelo Jornal de Negócios.

O projeto Windfloat está a operar a 100% desde julho de 2020 e produziu um total de 75 gigawatts hora (GwH), produzindo um total de 3.800 horas no espaço de um ano.

Esta central flutuante com 25 megawatts de capacidade fica localizada 20 quilómetros a oeste de Viana de Castelo, onde o mar atinge profundidades de 100 metros.

Conta aquele jornal que no primeiro ano, enfrentou (e resistiu a) rajadas de vento de 130 quilómetros/hora e ondas com 14 metros. Por razões de segurança, os três aerogeradores param automaticamente quando as rajadas de vento atingem os 90 quilómetros/hora.

Esta central é detida pelo consórcio Windplus, controlada pela Ocean Winds (85,1%), sociedade detida pela EDP Renováveis e os franceses da Engie; os espanhóis da Repsol (13,6%); e a Principle Power (mais de 1%), empresa participada pelo grupo EDP.

Segundo o consórcio, a central comportou-se dentro do previsto no seu primeiro ano de vida, afirmou o diretor do projeto, José Pinheiro, durante uma visita à Windfloat esta terça-feira.

[Fotografia: DR]

 

PUB

Últimas