PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

País

País: PJ apanha suspeito da burla ‘Olá pai, olá mãe’

14 Maio, 2024 - 11:08

8

0

Detido tinha montada em sua casa uma estrutura informática e de comunicações.

A Polícia Judiciária (PJ) desmantelou uma estrutura informática e de comunicações responsável por burlas que tinham por base o fenómeno ‘Olá mãe, olá pai’.

 

Um homem, de nacionalidade estrangeira e 38 anos, foi detido, na segunda-feira. Em causa estão crimes de  burla qualificada, associação criminosa e branqueamento de capitais.

 

Em comunicado, a PJ salienta que as diligências foram feitas pelo Departamento de Investigação Criminal de Leiria, que identificou “coincidências” e juntou mais “sete inquéritos, notando-se a utilização massiva de números de telemóveis irrepetíveis, de operadoras nacionais, para a prática deste tipo de ilícito, o que espoletou alertas e obrigou ao recurso a meios especiais de obtenção de prova”.

 

A PJ apreendeu 49 ‘modems’, que juntavam 32 cartões SIM por aparelho, o que significa que operavam 1.568 cartões em simultâneo. Assim, era possível a criação de milhares de contas, principalmente no WhatsApp, “bem como a remessa/receção de mensagens na ordem dos milhares por dia, através da fraude ‘olá pai, olá mãe’ e outros fenómenos de burlas em ambiente digital”.

 

A utilização massiva de milhares de cartões era uma prática recorrente.

 

O detido tinha montada em sua casa uma estrutura informática e de comunicações.

 

“Com a presente investigação e operação policial interrompe-se a consumação, em território nacional e no estrangeiro, de milhares de burlas informáticas”, lê-se na nota.

 

A mulher e filha do detido foram constituídas arguidas pela coautoria do mesmo crime.

 

Foi ainda identificada a interação com outras pessoas, em rede, tendo sido recolhidas provas de suspeitos residentes num país do Centro da Europa.

 

 

 

[Fotografia: Arquivo/DR]

Últimas