PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Paredes de Coura

P. Coura: Reedição d’ A Casa Grande de Romarigães vai ser apresentada sexta-feira

25 Maio, 2022 - 10:14

306

0

De Aquilino Ribeiro.

Vai ser apresentada na próxima sexta-feira, dia 27 de maio, em Paredes de Coura, a reedição da obra A Casa Grande de Romarigães, de Aquilino Ribeiro.

 

A nova edição tem prefácio de Mário Cláudio e ilustrações de João Abel Manta. A sessão vai decorrer na Quinta do Amparo, localizada na freguesia de Romarigães, em Paredes de Coura. Tem início marcado para as 18h00.

 

A apresentação da obra estará a cargo de Mário Cláudio e da professora de Literatura Portuguesa Contemporânea Serafina Martins.

 

 

 

Capa da reedição d’ A Casa Grande de Romarigães

[Fotografia: DR]

 

 

Paralelamente também serão lançadas as edições galega e castelhana, publicadas pela Kalandraka Editora, numa iniciativa que também promoverá um novo espaço expositivo dedicado à vida e obra de Aquilino Ribeiro que está a nascer dos trabalhos de restauração da Quinta do Amparo, na sequência do protocolo assinado em 2019 com os herdeiros daquele imóvel situado na freguesia de Romarigães.

 

“Neste momento está a decorrer o projeto da reabilitação física e funcional da Quinta do Amparo mais conhecida como Casa Grande de Romarigães, fruto da obra literária de Aquilino Ribeiro que tornou este local num dos ícones culturais do Norte de Portugal”, recordou Vitor Paulo Pereira, presidente da Câmara de Paredes de Coura.

 

“Entenderam a família proprietária e a Câmara Municipal, ser oportuna a celebração de um acordo de comodato que permite o desenvolvimento de um projeto capaz de preencher várias necessidade que procurarão aprofundar a relação emocional e pessoal do escritor com Paredes de Coura bem como valorizar um Imóvel de Interesse Público devolvendo-lhe a dignidade justa e apostar num projeto de desenvolvimento literário e turístico de Paredes de Coura”.

 

O autarca courense considera que “através da literatura e das memórias do lugar será possível fomentar o turismo cultural do concelho com uma oferta inovadora e capaz de contribuir para o aumento de visitantes e a atenuação da sazonalidade turística”.

 

Vitor Paulo Pereira não tem dúvidas que “a obra e a bela Casa Grande de Romarigães, bem como o Centro Mário Cláudio fazem parte da estratégia de promovermos Paredes de Coura como território literário”.

 

A reedição da Casa Grande de Romarigães, através de uma parceria com a Bertrand, insere-se na “consolidação da estratégia” promovida pelo Município para dar corpo à ideia de Paredes de Coura como território literário.

 

Num outro âmbito, “a boa relação e o entendimento que estabelecemos com a editora Kalandraka”, como sugere Vitor Paulo Pereira, permitiram também a tradução para galego e castelhano desta obra que agora chegará também aos leitores de Espanha.

 

 

[Fotografia: Município Paredes de Coura]

Últimas