PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Monção

Monção/Melgaço: Confrades querem devolver a “glória” ao vinho tinto da sub-região

13 Junho, 2022 - 00:15

1066

0

Real Confraria do Vinho Verde Tinto, de Tangil, conta com cinco novos confrades.

A Real Confraria do Vinho Verde Tinto, da sub-região Monção&Melgaço, com sede em Tangil, Monção, está determinada em valorizar ainda mais as castas do vinho verde tinto da sub-região Monção&Melgaço.

 

A ambição foi deixada à Rádio Vale do Minho pelo Grão Mestre, Xavier Ferreira, num fim-de-semana em que foram entronizados cinco novos confrades.

 

 

Os cinco novos confrades da Real Confraria do Vinho Verde Tinto

[Fotografia: Cortesia Foto Aliança]

 

 

“Estamos a trabalhar com a Câmara de Monção e com a Câmara de Melgaço, através do projeto NUTRIR, para recuperação de castas autóctones e sua respetiva certificação”, disse o responsável.

 

Em tom preocupado, o Grão Mestre lamenta que “as nossas castas têm vindo a ser dizimadas” ou seja, preteridas a favor de outras plantações que, para Xavier Ferreira, “são menos boas ao nível de tintos que nem sequer são das nossas castas autóctones”.

 

Mas quais são essas castas? Entre alguns exemplos, contam-se o Brancelho, o Pedral, o Sousão e o Espadeiro.

 

O objetivo, sintetizou “é voltar ao bom caminho dos tintos de Monção e Melgaço que ultimamente têm sido maltratados”. 

 

“Os nossos vinhos tintos são muito mais velhos que o Alvarinho. Já viveram tempos de glória! Já eram exportados antes do próprio Vinho do Porto”, recordou Xavier Ferreira. “O nosso vinho tinto tinha o seu lugar e o nosso dever, como Confraria, é tentar voltar a colocá-lo nesse lugar”.

 

 

V Capítulo da Real Confraria do Vinho Verde Tinto contou com a presença do Presidente e do Vice-Presidente da Câmara de Monção, António Barbosa e João Oliveira, respetivamente
[Fotografia: Cortesia Foto Aliança]

 

 

A Real Confraria do Vinho Verde Tinto tem escritura pública datada de 24 de novembro de 2016. Foi oficialmente apresentada em fevereiro de 2017. Nesta altura conta com cerca de 80 confrades. 

 

Desenvolve papel ativo na promoção e valorização do vinho verde tinto, preservando o potencial endógeno e a autenticidade paisagística da Sub-Região de Monção&Melgaço.

 

 

 

[Fotografias capa: Cortesia Foto Aliança / DR]

Últimas