Menu

+

0

1

Monção

Monção determinada a recuperar o “maduro tinto” que tanta glória trouxe [FOTOS]

26 Maio, 2023 - 22:30

6623

0

Feira do Vinho Tinto de Tangil.

Monção segue determinada a recuperar a fama que outrora os tintos desta região tiveram. Uma fama que chegou a ser tanta que até eram exportados para Inglaterra.

 

São vários os historiadores que, de discurso assente em documentação secular, asseguram que os maduros tintos de Monção chegaram ao topo das preferências da realeza britânica nos séculos 17 e princípios do século 18.

 

De então para cá, perderam terreno.

 

Na abertura de mais uma edição Feira do Vinho Tinto de Tangil, em Monção, o presidente da Câmara recordou a rota já traçada.

 

“Este é um evento que tem de ser mais do que uma festa. Temos vindo a fazer o caminho no sentido de poder fazer deste evento o festejo daquilo que são os bons vinhos tintos do território Monção e Melgaço. É para isso que esta feira é importante”, disse António Barbosa.

 

“O vinho tinto tem capacidade e terá no futuro – garantidamente – para ser um produto de excelência”, atestou António Barbosa. “Para ser um produto que dignifique o território e para ser um produto que possa ombrear com o Alvarinho nos melhores palcos do mundo”.

 

Enaltecendo a “coragem” e o “esforço” da Junta de Freguesia de Tangil, Barbosa assegurou a Michel Fernandes que pode contar com o Município “para continuarmos a acreditar que aqui pode haver vida não só na agricultura mas também noutras áreas como o turismo e muitas outras que irão surgir”.

 

 

Veja a galeria de fotos [Rádio Vale do Minho]

 

 

 

O “menino dos olhos de Monção”

Na sua intervenção, o Presidente da Junta de Tangil começou por realizar duas grandes homenagens.

 

Ofereceu uma lembrança a Álvaro Alves, fundador da Feira do Vinho de Tangil e antigo presidente da Casa do Povo daquela freguesia; e a Euclides Cerqueira, antigo Presidente da Junta de Freguesia de Tangil que deu seguimento e acrescentou ainda mais valor ao evento.

 

“Para mim, o mais importante desta feira não é só a continuidade. Mas também a qualidade e a necessidade da sua existência para promover e valorizar o vinho verde tinto da sub-região Monção&Melgaço”, sublinhou o autarca.

 

Recordou também que, em tempos, este vinho foi “o menino dos olhos de Monção”.

 

“É preciso dar a este vinho a dignidade que merece, pois já foi e pode continuar a ser um motor económico para ambos os concelhos. Acredito que vai começar uma nova era”, concluiu.

 

 

 

Festa até domigo

A Feira do Vinho Tinto de Tangil vai prolongar-se até domingo. 

 

O evento regressa após quatro anos. Recorde-se que a última edição deste evento foi em 2019. Desde então ficou suspenso devido às restrições provocadas pela COVID-19.

 

O local é o mesmo de sempre, próximo da Casa do Povo da freguesia.

 

Para a noite desta sexta-feira está reservado o tradicional encontro de concertinas e cantares.

 

Este sábado haverá Rota da Pedra Solta. As portas da feira abrem às 10h30, com desfile de confrarias.

 

Durante a tarde haverá música, mas também uma mesa redonda intitulada Conversas com Vinho Tinto. Mais à noite vão subir ao palco o grupo Desfados, o grupo Paralelos e, madrugada dentro, animação total com o DJ Pedro Pagodes.

 

No domingo, a partir das 11h30, um workshop sobre Roscas de Monção. Durante a tarde atuam o Rancho Folclórico Moleirinhos do Gadanha e o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Melgaço. O encerramento da feira está previsto para as 19h00.

 

A organização está a cargo da Junta de Freguesia de Tangil.

 

 

[Fotografias capa: Rádio Vale do Minho]

Últimas