PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Alto Minho
Destaques

Minho: Parque Nacional Peneda-Gerês foi inaugurado há 50 anos – Veja as FOTOS

10 Outubro, 2020 - 16:37

77

0

PUB Corria o dia 11 de outubro de 1970. A cerimónia, com pompa e circunstância, juntou à mesma mesa ilustres nomes do palco político nacional. Entre eles o então Presidente […]

PUB

Corria o dia 11 de outubro de 1970. A cerimónia, com pompa e circunstância, juntou à mesma mesa ilustres nomes do palco político nacional. Entre eles o então Presidente da República, Américo Thomas. Eram os primeiros segundos de vida do recém-criado Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG).

Na sessão solene, marcaram também presença o Presidente da Assembleia Nacional, o Ministro do Interior, os Secretários de Estados das Obras Públicas e da Agricultura, o primeiro Diretor do PNPG, os Governadores Civis de Viana do Castelo, Braga e Vila Real, além de muitas outras autoridades nacionais e de representantes do meio científico e da Liga para a Protecção da Natureza.

Compareceram ainda autoridades internacionais e entre elas destacaram-se o representante da UICN, W. Burhenne, o representante dos serviços oficiais de Espanha, M. Elegido, e os governadores das províncias galegas de Ourense e Pontevedra.

 

Único Parque Nacional no nosso território

 

O PNPG é atualmente o único Parque Nacional em território português. Situa-se no extremo noroeste de Portugal, na zona raiana entre Minho, Trás-os-Montes e a Galiza. O seu perímetro territorial abrange todo o vasto território florestal que se estende desde a Serra da Peneda até a Serra do Gerês – daí a sua designação -, englobando ainda a Serra do Soajo e a Serra Amarela.

É recortado por dois grandes rios, o Rio Lima e Cávado. Abrange os distritos de Braga (concelho de Terras de Bouro), Viana do Castelo (concelho de Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca) e Vila Real (concelho de Montalegre), numa área total de cerca de 70 290 hectare.

Esta Área Protegida forma, desde 1997, com o parque natural espanhol do Baixa Limia – Serra do Xurés, o Parque Transfronteiriço Gerês-Xurés e, a Reserva da Biosfera com o mesmo nome.

É considerado pela UNESCO como Reserva Mundial da Biosfera de forma a possibilitar “a conservação do solo, da água, da flora, da fauna e da paisagem”.

 

Ministro do Ambiente na cerimónia dos 50 anos

 

Centro de Educação Ambiental do Vidoeiro, em Terras de Bouro, acolhe este domingo, pelas 10h30, a sessão solene comemorativa dos 50 anos do PNPG. A cerimónia conta com a presença do Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes.

O evento contará ainda com a presença do Secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, João Paulo Catarino.

Na mesma ocasião será assinado o protocolo de cogestão do PNPG, entre o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), o Fundo Ambiental e a ADERE-Peneda Gerês, organização que desenvolve a sua atividade nos municípios integrantes deste território – Arcos de Valdevez, Melgaço, Montalegre, Ponte da Barca e Terras de Bouro.

O modelo de cogestão desta Área Protegida integra também uma instituição de ensino superior, uma associação de defesa do ambiente e outros atores de relevância local.

O Governo consolida, assim, a estratégia de valorização do território e da Rede Nacional de Áreas Protegidas, focada numa gestão ativa e de proximidade. Este protocolo, o sexto a ser assinado, prevê uma verba de 100 mil euros, a ser aplicada durante 36 meses, para apoio técnico e operacional e atividades prioritárias de promoção da cogestão desta área protegida.

Até ao final de 2020, os investimentos destinados às áreas protegidas ascenderão os 29 milhões de euros.

O Parque Nacional da Peneda-Gerês foi a primeira área protegida criada em Portugal, mantendo-se como o único com o estatuto de Parque Nacional, reconhecido internacionalmente com esta classificação.

 

Veja a galeria de fotos do dia em que o PNPG nasceu: 11 de outubro de 1970 [créditos: carris-geres.blogspot.com]

 

PUB

Últimas