PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Melgaço

Melgaço: Quem abre a Festa do Alvarinho? Um Ministro que falou verdade em 2019

13 Abril, 2022 - 15:22

1051

0

Festa do Alvarinho 2022.

O Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, vai presidir à abertura oficial da próxima edição da Festa do Alvarinho e do Fumeiro de Melgaço. A cerimónia está marcada para as 18h00 do próximo dia 22 de abril, sexta-feira.

 

O governante repete a presença neste certame após ter presidido precisamente à última edição antes da chegada da pandemia da COVID-19.

 

Foi precisamente em abril de 2019 que Pedro Nuno Santos chegou a Melgaço e tranquilizou o povo em relação a uma eventual exploração de lítio.

 

 

“Não há nenhuma razão para alarme!”

Na altura, o Ministro garantiu que a posição das populações de Melgaço, Monção e Arcos de Valdevez sobre uma eventual prospeção de lítio na região “não será ignorada”. No entanto, Pedro Nuno Santos, deixou recados para que “não se faça aproveitamento político daquilo que não existe”.

 

Perante uma plateia de várias dezenas de pessoas, incluindo presidentes de Câmara e deputados na Assembleia da República, o governante passou às explicações.

 

“Houve uma publicitação em Diário da República que alarmou muitas pessoas aqui na região. Mas é importante perceber o que diz a lei e o que pode ou não ser feito para não incorrermos naquilo que não corresponde à verdade”, iniciou.

 

“É normal que as pessoas se alarmem. Mas já não é normal que haja aproveitamento político sobre aquilo que não vai acontecer ou que não acontece”.

 

Em tom mais professoral, Pedro Nuno Santos prosseguiu a aula. 

 

“A publicitação em Diário da República é um mecanismo legal que decorre a partir do momento em que há uma empresa que declara ter interesse em fazer a prospeção. Aquilo que a lei prevê é que automaticamente haja essa publicitação em Diário da República”, disse.

 

“Não houve nenhum ato por parte do Governo!”, sublinhou.

 

“Essa publicitação em Diário da República existe para que as populações possam reagir. Estamos a falar de um período de 30 dias, que está a decorrer, e que serve para que se conheça aquele que é o sentido da população em relação àquela intenção do investidor”.

 

E voltou a reiterar que “não houve nenhuma ação por parte do Governo”. Aquilo que houve, explicou, “foi apenas uma empresa australiana que declarou querer fazer a prospeção”.

 

E agora? “Agora ouve-se a população e nós já vamos sabendo qual o sentido dos presidentes de Câmara e da comunidade desta região”, garantiu o Ministro. 

 

“E podem ter a certeza que essa posição não será ignorada! É de respeito que se fala aqui”, frisou perante a plateia atenta. “Não façamos aproveitamento político daquilo que não existe. Não há nenhuma razão para alarme!”, concluiu.

 

 

 

Pedro Nuno Santos presidiu à abertura da Festa do Alvarinho 2019 – a última antes da pandemia

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

 

Resultado? Alto Minho fora da exploração de lítio

De então para cá, os resultados nesta matéria agradaram não só àqueles concelhos como a todo o distrito de Viana do Castelo.

 

Foi no passado mês de fevereiro que chegou a notícia mais esperada. Não vai haver nem prospeção nem exploração de lítio na Serra d’ Arga.

 

O anúncio foi feito pelo Governo que, em comunicado enviado às redações, referiu que “a Avaliação Ambiental Estratégica (AAE) promovida pela Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), que sujeitou a análise oito áreas com potencial de existência de lítio, concluiu que em seis delas há condições para avançar”.

 

 

 

Confira o programa da Festa do Alvarinho 2022

 

Sexta-feira, 22 abril

10h00 – Abertura da Exposição/Venda dos Produtos Locais e das Tasquinhas

11h00 – Concurso “Mel, Salpicão, Presunto e Broa de Melgaço” Degustação de pratos típicos no Espaço Restauração

11h15 – Atuação da Escola de Concertinas de Melgaço

15h30 – Entrega de Prémios (palco interior)

17h00 – Showcooking & HarmonizaçãO: chefe Vítor Matos (*Michelin) | “Alvarinho, uma história de paixão”

18h00 Inauguração Oficial | Saudação pela Real Confraria do Vinho Alvarinho

19h30 – Conversas Sobre Alvarinho: “Todas as ocasiões são boas para espumantes de Alvarinho”, Manuel Moreira (Revista de Vinhos) Degustação de pratos típicos no Espaço Restauração

22h30 – Música ao Vivo por Função Públika

 

Sábado, 23 abril

10h00 – Abertura da Exposição/Venda dos Produtos Locais e das Tasquinhas Degustação de pratos típicos no Espaço Restauração

16h00 – Showcooking & Harmonização: chefe Arnaldo Azevedo (*Michelin, Vila Foz, Porto) | Vitela cachena , cremoso de batata com queijo de cabra e cogumelos

17h00 – Atuação da Escola de Concertinas de Melgaço

19h00 – Conversas Sobre Alvarinho: “Alvarinhos à prova do tempo”, Manuel Moreira (Revista de Vinhos) Degustação de pratos típicos no Espaço Restauração

22h30 – Música ao Vivo por Grupo AF

 

Domingo, 24 abril

10h00 – Abertura da Exposição/Venda dos Produtos Locais e das Tasquinhas Degustação de pratos típicos nas tasquinhas (recinto da Festa)

15h00 – Música ao Vivo por:

  • Minhotos Marotos
  • Grupo Folclórico de Pinheiros (Monção)
  • Grupo Dançares Castrejos
  • Grupo Etnográfico da Casa do Povo de Melgaço

16h00 – Showcooking & Harmonização: chefe Cristina Manso Preto (“Praça da Alegria”, RTP) | “Merenda de Fumeiro”

17h30 – Conversas Sobre Alvarinho: “Os segredos da Prova de Vinhos”, Manuel Moreira (Revista de Vinhos)

21h00 – Encerramento

 

[Fotografia: Arquivo/FB Festas Populares]

Últimas