PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Melgaço

Melgaço: Centenas sem medo à chuva no Melgaço Alvarinho Trail – Veja as FOTOS

15 Maio, 2022 - 10:23

732

0

Prova contou este ano com a participação de cerca de 600 atletas.

Cerca de 600 atletas participam este domingo na 7ª edição do Melgaço Alvarinho Trail (MAT). A prova tem este ano quatro percursos: Ultra Trail (48km); Trail Longo (36km); Trail Curto (19km); e Caminhada (13km).

 

A manhã começou bem cedo, com as partidas para o Ultra Trail e logo depois o Trail Longo. Seguiram-se o Trail Curto e a Caminhada.

 

Sofia Afonso, com 44 anos de idade, é uma autêntica campeã nestas lides. Natural de Monção mas a residir em Valença, apresenta uma forma e um vigor de fazer inveja a muitas jovens atletas na casa dos 20 anos. Os resultados estão à vista: só este ano já somou vários triunfos, entre eles o famoso Trail do Pote (em Caminha) onde arrasou. Foi a primeira classificada na geral.

 

Embora tímida perante a imprensa, Sofia Afonso é sobejamente conhecida pelo seu sorriso. Não faz disto profissão. 

 

“Esta é uma prova muito difícil, mas é melhor a chuva que o calor”, disse a atleta aos microfones da Rádio Vale do Minho.

 

Questionada sobre qual a prova mais difícil que fez até hoje, Sofia Afonso teve resposta pronta. “Foi esta, no ano passado. Muito calor! As subidas eram um bocadinho puxadas”, recordou.

 

Já sobre o segredo para manter esta forma e esta capacidade de lutar pelos lugares de topo aos 44 anos, Sofia Afonso preferiu passar a palavra ao treinador.

 

 

Sofia Afonso, uma atleta amadora que, aos 44 anos, soma vitórias nos trails que se realizam por toda a região

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

 

Vítor Reis, para além de treinador, participa também em todas as provas onde está Sofia Afonso. Corre sempre atrás. Sempre atento e constantemente a injetar motivação na atleta.

 

“O segredo passa acima de tudo por gostar disto. E depois encarar sempre isto como uma diversão. O nosso objetivo não é competitivo… nem de longe nem de perto”, assegurou Vítor Reis.

 

Porém, os resultados aparecem. Sofia Afonso tornou-se numa máquina de ganhar trails. “Mas isso nunca foi e não é uma ambição”, acrescentou o treinador.

 

 

Edição deste ano do MAT contou com cerca de 600 atletas

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

Conjuntura atual não ajudou o MAT deste ano

O número de participantes na edição deste ano do MAT desceu. Caiu sensivelmente para metade em relação ao ano passado. A organização lamenta mas consegue facilmente interpretar esta descida.

 

“Desde logo, sucedeu que nestes fins-de-semana juntou-se um grande número de provas de atletismo por todo o País e na Galiza. Nota-se também que ainda existe um grande receio por parte das pessoas em relação ao ambiente pandémico vivido nos dois últimos anos. Mas há também o fator financeiro, e aí as coisas estão mais complicadas”, referiu Igor Moreira, da organização do evento.

 

Mas o espírito mantém-se otimista e a organização do MAT acredita que o número de participantes voltará a crescer no próximo ano.

 

A iniciativa foi organizada pela Melsport – Melgaço, Desporto e Lazer, EM e contou com o apoio do Município de Melgaço e de diversas entidades. Pelo terceiro ano consecutivo, as Quintas de Melgaço voltaram a ser o patrocinador oficial do evento, associando-se ao nome do mesmo.

 

 

 

Veja mais fotos [cedidas à Rádio Vale do Minho]

 

 

[Fotografia capa: Rádio Vale do Minho]

Últimas